Léo Artur faz primeiro treino e será preparado para o Brasileiro no Timão

Gabriel Carneiro

Primeira novidade do elenco do Corinthians após os Estaduais, o meia-atacante Léo Artur iniciou a rotina de treinamentos no CT Joaquim Grava nesta sexta-feira. De volta de empréstimo ao Osasco Audax a pedido do técnico Fabio Carille, o jogador de 22 anos participou de um treino específico de passes e depois de um trabalho individualizado ao lado de Danilo e Carlinhos, que ainda fazem transição do departamento médico. A ideia é que Léo se integre aos poucos aos trabalhos e fique à disposição para o Campeonato Brasileiro, além de possíveis fases mais avançadas da Copa do Brasil e da Copa Sul-americana.

- Ele é um jogador que foi emprestado algumas vezes e teve participação muito boa. Não contamos com ele nesse momento, mesmo porque não está inscrito nas competições. Mas ele tem muita qualidade, fez parte do grupo profissional no passado e saiu porque achamos importante que saísse para jogar. Isso aconteceu e agora ele está reintegrado - explica Fabio Carille, que era auxiliar do Timão nos oito jogos de Léo Artur entre 2013 e 2014 como profissional.

Léo Artur apareceu no Corinthians como campeão da Copa São Paulo de Juniores de 2012 e foi logo promovido ao elenco profissional, pelo qual realizou oito partidas, mas não conseguiu superar a concorrência de nomes mais badalados, como Emerson Sheik, Romarinho, Jorge Henrique e até Alexandre Pato. Nos últimos três anos, o jogador foi emprestado seis vezes a clubes de menor expressão, e só se destacou no Osasco Audax, no Paulistão.

Em entrevista ao LANCE! publicada nesta sexta-feira, o jogador de 22 anos explicou que um drama pessoal, que foi a perda de seu filho há pouco mais de um ano, e a evolução profissional jogando em outras posições e clubes menores, foi decisiva para que ele aparecesse com boa projeção ao Timão, clube em que tem contrato até 2018.

- Pensei muitas vezes em dar um tempo na carreira, mas minha família, meus empresários e os psicólogos deram todo suporte que eu precisava. Fez um ano agora no dia 7 de abril, e eu só consigo pensar que isso não aconteceu à toa. Se aconteceu foi porque Deus quis, para me mostrar coisas novas e me fortalecer. Acho que a volta ao Corinthians é prova disso, porque através do ocorrido triste eu tive forças para lutar mais pelos meus objetivos - disse o jogador.

Léo Artur deve ser opção nas linhas ofensivas do Timão, jogando centralizado e, principalmente, aberto no ataque. Hoje, a equipe joga no 4-2-3-1 e os titulares da linha de três são Jadson, Rodriguinho e Romero.









E MAIS: