Kyrgios critica volta de Sharapova e diz que “trapaceiros não mudam”

Tentando retomar a carreira após mais de um ano parado por ter sido pega no exame antidoping, a tenista russa Maria Sharapova vem recebendo convites para participar de grandes competições do circuito, uma vez que não possui mais ranking para jogá-los. Com o mundo do tênis dividindo opiniões sobre a volta da ex-número 1 do mundo, foi a vez do sempre polêmico Nick Kyrgios criticar Sharapova.

“Sou totalmente contrato tudo aquilo que possa melhorar o rendimento. Não sou o único que pensa que os trapaceiros sempre serão assim e que não faz sentido apoiar essas pessoas”, afirmou o tenista australiano, atualmente na 16ª colocação da ATP.

Sharapova, que foi banida logo após o Aberto da Austrália de 2016 pelo uso da substância meldonium, irá voltar às quadras no quali Premier de Stuttgart, em abril. A tenista também recebeu convites para as primeiras fases do Masters de Madri e de Roma.

A tenista, contudo, viu suas chances de participar do Aberto da França diminuírem após o presidente da Federação Francesa de Tênis (FFT), Bernard Giudicelli, se mostrar contrariado com a possibilidade de entregar uma vaga à russa para o Grand Slam do saibro.

Aos 29 anos, Sharapova tem cinco títulos de Grand Slam, sendo seus dois últimos em Roland Garros (2012 e 2014). A tenista ainda conquistou cada um dos outros três principais torneios do circuito: Wimbledon (2004), Estados Unidos (2005) e Austrália (2008). Maria também tem uma medalha de prata no torneio de simples dos Jogos Olímpicos de Londres 2012.