Kyrgios comenta situação de Osaka e Biles em meio a debate sobre saúde mental: 'Comigo foi 20 vezes pior'

·2 minuto de leitura
Tenista Nick Kyrgios optou por não disputar Jogos Olímpicos de Tóquio (Photo by Casey Sykes/Getty Images)
Tenista Nick Kyrgios optou por não disputar Jogos Olímpicos de Tóquio (Photo by Casey Sykes/Getty Images)

Enquanto o debate sobre saúde mental no esporte aumenta durante os Jogos Olímpicos de Tóquio, o tenista Nick Kyrgios falou sobre o assunto em uma entrevista antes do Aberto de Washington, nos Estados Unidos. O australiano, que desistiu de participar da Olimpíada por causa da falta de público, disse que sofreu uma situação "20 vezes mais grave" ao comentar os problemas vividos por Simone Biles e Naomi Osaka.

Kyrgios avaliou que precisou lidar com muitas mensagens de ódio e multas durante os momentos de dificuldade na sua carreira. Em novembro do ano passado, o tenista revelou que fazia tratamento contra a depressão há dois anos.

Leia também:

"Aconteceu comigo algo parecido com Osaka (críticas). Agora está na moda falar de saúde mental, mas comigo foi 20 vezes mais grave. Elas costumam ter boa imprensa, não recebem mensagens de ódio ou multas históricas", disse.

"Esse esporte esteve à beira de me levar ao limite. Mentalmente era muito difícil lidar com isso com apenas 18 anos. Eu era um dos jogadores mais conhecidos na Austrália e um dos mais criticados pela mídia. Agora tenho 26 anos, tenho idade suficiente saber que tudo é uma m...", acrescentou.

Neste ano, duas das maiores esportistas da atualidade levantaram o debate sobre saúde mental entre atletas. Em maio, Naomi Osaka se retirou da disputa de Roland Garros para cuidar de seu bem-estar e revelou lutar contra a depressão desde 2018. Ela vinha se envolvendo em polêmicas com a organização do Grand Slam ao se recusar a dar entrevistas.

Na Olimpíada, o assunto voltou à tona quando a ginasta Simone Biles abandonou a final por equipes e desistiu de quatro finais individual para cuidar de sua saúde mental. A americana revelou que estava sofrendo com "twisties" nos Jogos Olímpicos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos