Kvitova volta a bater bola quatro meses após ataque

A tcheca Petra Kvitova

A tcheca Petra Kvitova, bicampeã de Wimbledon, voltou a jogar tênis quase quatro meses após ser agredida em casa com faca por um assaltante, informou a tenista nesta terça-feira.

Kvitova, 27 anos, publicou no Facebook uma foto de um treino em Mônaco.

"Oi gente, espera que esta foto alegre vocês como alegrou a mim", escreveu a campeã de Wimbledon em 2011 e 2014, medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos do Rio-2016.

"Esteou em Mônaco e voltei a bater algumas bolas", completou.

Kvitova foi agredida com uma faca em 20 de dezembro, o que provocou lesões profundas em cinco dedos e em dois nervos da mão esquerda, com a qual joga tênis, ao tentar se defender de um ladrão em sua casa em Prostejov.

No mesmo dia do ataque, Kvitova foi submetida a uma intervenção cirúrgica de quase quatro horas numa clínica especializada.

De acordo com os médicos, a tenistas voltaria às quadras na segunda metade da temporada. Em abril, seu nome apareceu na lista de jogadoras para Roland Garros, mas a própria Kvitova explicou que isso não significa que ela terá condições de participar do torneio.