KTM mantém Pedrosa como piloto de testes em 2021

Lewis Duncan
·3 minuto de leitura

A KTM anunciou que voltou a contratar Dani Pedrosa e Mika Kallio como seus pilotos de teste oficiais de MotoGP para a temporada de 2021. Kallio tem sido uma peça chave da equipe de testes da KTM construindo seu projeto de MotoGP, dando à RC16 a sua estreia no Grande Prêmio de Valência de 2016, além de ter feito várias participações como wildcard e substituto na moto desde então.

A KTM reforçou a sua equipe de testes em 2019 ao contratar o vencedor de 31 corridas de MotoGP Dani Pedrosa, após ter abandonado as corridas no final da temporada anterior.

Pedrosa foi fundamental para transformar a RC16 na vencedora de corridas que é agora, depois que Brad Binder e Miguel Oliveira, da Tech3, levarem a moto a três vitórias em 2020.

Leia também:

MotoGP: Márquez recebe alta do hospital após terceira cirurgia Márquez: Mir foi campeão sem fazer "nada de outro mundo" Análise: O que realmente está acontecendo com Marc Márquez?

Comentando sobre sua equipe de teste para 2021, o chefe da KTM, Pit Beirer, disse: “Estamos satisfeitos por poder manter a estabilidade e todo o conhecimento que temos com nossa equipe de teste atual”.

“Em 2020, poderíamos mostrar o quão bem e quão velozes estamos trabalhando nos bastidores para o nosso programa de MotoGP e as contribuições de Mika e Dani foram importantes no progresso que fizemos”.

“Passaram-se apenas quatro anos, mas dá a toda a empresa muito orgulho e entusiasmo para sermos capazes de definir novos objetivos e de fazer mais memórias na MotoGP”.

Pedrosa acrescentou: “A KTM está muito interessada em continuar melhorando e estou muito feliz em continuar trabalhando com eles e ajudando seus pilotos em objetivos maiores”.

“Quero agradecer ao Pit Beirer, Stefan Pierer e Red Bull por toda a confiança que depositaram em mim”.
Kallio substituiu Johann Zarco nas últimas corridas da campanha de 2019, após a saída do francês depois do Grande Prêmio de San Marino.

Ele foi preterido para o lugar vago de Zarco nesta temporada em favor de Binder, embora tenha feito uma corrida em Portugal no lugar do piloto da Tech3 Iker Lecuona, que tinha testado positivo para COVID-19.

“É ótimo continuar este projeto”, disse Kallio, de 38 anos. “Já se passaram cinco anos com essa equipe e não consigo acreditar que o tempo passou tão rápido”.

“Tem sido gratificante ver o desenvolvimento da moto e todas as fases que nos trouxeram até aqui”.

“Principalmente em 2020 com vitórias e pódios; tem sido incrível. É bom ver todo o trabalho duro e dedicação valendo a pena para todos os envolvidos no projeto”.

“Trabalho com a KTM há onze anos durante a minha carreira, o que é basicamente metade do meu tempo nas corridas”.

“KTM é a minha segunda família e tenho orgulho e tenho o privilégio de continuar a estar nesta empresa”.

“Penso que os resultados deste ano motivam tanto a equipe técnica como os pilotos para um 2021 ainda melhor, por isso já estou ansioso pela próxima época. Acho que agora temos o que é preciso para lutar no topo”.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Kvyat fora da AlphaTauri! ENTENDA o impacto da mudança e VEJA como está o mercado da F1 21

Your browser does not support the audio element.