Krejcikova vence Sakkari e enfrenta Pavlyuchenkova na final de Roland Garros

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Barbora Krejcikova (33ª do mundo) se classificou nesta quinta-feira em Roland Garros para sua primeira final de um Grand Slam ao eliminar a grega Maria Sakkari (18ª) por 7-5, 4-6 e 9-7 em uma partida de 3 horas e 18 minutos (sendo que 84 minutos corresponderam ao último set) e vai enfrentar Anastasia Pavlyuchenkova (32ª) na final.

A tcheca, que salvou um match point nesta quinta-feira, buscará seu primeiro título de Grand Slam, e o segundo de sua carreira depois de Estrasburgo, em 2021. Já Pavlyuchenkova garantiu a vaga para sua primeira final de Grand Slam ao vencer a eslovena Tamara Zidansek (85ª) por 2 sets a 0, parciais de 7-5 e 6-3.

Diante de Sakkari, que havia eliminado a finalista do ano passado Sofia Kenin e a atual campeã Iga Swiatek nas duas rodadas anteriores, a tensão ficou palpável nos últimos games, embora a tcheca tenha vencido em seu quinto match point.

"Sempre quis jogar um jogo como este, quando era mais jovem, jogando como juvenil, sempre quis disputar uma partida como esta em que ambas tivessem chances e jogássemos muito bem", disse Krejcikova.

"Mesmo se eu tivesse perdido hoje, ficaria muito orgulhosa de mim mesma, porque lutei. É o mais importante, tanto aqui como na vida", acrescentou, emocionada.

Com lágrimas nos olhos, ela dedicou sua vitória à sua compatriota Jana Novotna, vencedora em Wimbledon em 1998 e que faleceu em 2017 aos 49 anos.

Com essa campanha em Paris, Krejcikova garantiu ao menos o 22º lugar no ranking da WTA que será divulgado na segunda-feira, a melhor colocação de sua carreira.

Campeã de Roland Garros em 2018 em duplas com sua compatriota Katerina Siniakova, Krejcikova teve o melhor resultado no Grand Slam antes da quinzena parisiense nas oitavas de final.

Este ano ela também disputará as semifinais de duplas na sexta-feira, com Siniakova.

A última tenista a chegar às semifinais de simples e duplas em Roland Garros no mesmo ano foi Lucía Safarova em 2015. Mas a última a ter conquistado os dois títulos no mesmo ano foi Mary Pierce, em 2000.

- Pavlyuchenkova vence Zidansek -

Mais cedo a russa Anastasia Pavlyuchenkova (32ª do mundo) comemorou sua classificação para a final, sua primeira de Grand Slam, ao derrotar a eslovena Tamara Zidansek (85ª) por 7-5 e 6-3.

"Eu queria tanto isso que nem sei mais o que estou sentindo. São muitas emoções, estou muito feliz, mas também muito cansada", disse a tcheca, a primeira tenista a ultrapassar 50 participações no Grand Slam antes de chegar à final (52).

Aos 29 anos, a russa foi mais forte do que sua adversária, seis anos mais jovem.

Seu jogo agressivo (155 'winners', recorde do torneio, para chegar à semifinal) lhe permitiu ficar a uma vitória do título.

Zidansek mostoru mais acertos nesta sexta-feira (27 contra 19), mas cometeu mais erros não forçados do que a russa (33 contra 22).

Pavlyuchenkova também usou sua maior experiência. A russa havia disputado em seis ocasiões as quartas de final de um 'major' (Aberto da Austrália em 2017, 2019, 2020, Wimbledon 2016, US Open 2011 e Roland Garros 2011), embora em todas elas tenha sido eliminada antes das semifinais. A eslovena nunca havia passado da segunda fase de um Grand Slam.

Com 12 títulos em seu currículo, Pavlyuchenkova também é de longe a mais bem-sucedida das quatro semifinalistas.

"É a minha primeira final, quero me divertir, jogar bem e o resultado não importa", disse ela.

Na segunda-feira ela voltará ao top 20 mundial, depois de ter sido 13ª em 2011. Em caso de vitória ela será a 14ª.

Nos últimos seis anos e 24 'majors', nenhuma russa havia chegado à final de um torneio de Grand Slam, sendo que a última foi Maria Sharapova, na Austrália em 2015, quando foi derrotada por Serena Williams.

-- Resultados desta quinta-feira de Roland Garros:

Simples feminino (semifinais):

Barbora Krejcíková (CZE) x Maria Sakkari (GRE/N.17) 7-5, 4-6, 9-7

Anastasia Pavlyuchenkova (RUS/N.31) x Tamara Zidanšek (SLO) 7-5, 6-3

es-ig/iga/pm/dr/dep/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos