Koeman evita perguntas e pede paciência em processo de reconstrução do Barcelona

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Ronald Koeman durante partida do Barcelona contra o Bayern de Munique pela Liga dos Campeões
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

BARCELONA (Reuters) - O técnico do Barcelona, ​​Ronald Koeman, não respondeu perguntas em uma breve entrevista coletiva nesta quarta-feira e, em vez disso, leu um comunicado dizendo que o clube está em um período de transição e que o processo exige paciência.

A posição do técnico holandês tornou-se mais ameaçada na última semana após a goleada por 3 x 0 sofrida em casa contra o Bayern de Munique na Liga dos Campeões e o empate de 1 x 1 também em casa com o Granada pelo Campeonato Espanhol, deixando seu time com oito pontos nos primeiros quatro jogos do campeonato.

Falando antes do jogo do Barça na LaLiga contra o Cádiz, na quinta-feira, ele disse que o clube confia nele para liderar o time durante um período de transição e que o foco estará nos jogadores jovens.

"O clube está comigo neste período de reconstrução. Temos que reconstruir o time sem fazer grandes investimentos e isso leva tempo", disse Koeman em entrevista coletiva virtual, lendo um comunicado.

"Os jovens talentos que temos podem se tornar estrelas mundiais em alguns anos. Os jovens jogadores terão oportunidades, assim como Xavi e (Andrés) Iniesta tiveram na sua época, mas pedimos paciência."

"Terminar em posição alta na tabela seria um sucesso por si só e na Liga dos Campeões não podemos esperar milagres. A derrota contra o Bayern deve ser encarada com perspectiva. A equipe deve ser apoiada, com palavras e com ações", acrescentou.

(Reportagem de Richard Martin)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos