Klopp não vê acordo entre clubes da liga inglesa para implementar 5 substituições

·1 min de leitura

(Reuters) - O técnico do Liverpool, Juergen Klopp, reiterou a necessidade de cinco substituições na liga inglesa para proteger os jogadores em meio a um calendário exigente e um aumento de casos de Covid-19, mas reconheceu que não vê todos os clubes concordando com a mudança.

Grandes ligas da Europa adotaram a regra de aumento do número de substituições para cinco por jogo para amenizar a carga de trabalho dos jogadores durante a pandemia de Covid-19, mas os times da liga inglesa votaram contra a moção.

Quinze jogos da Premier League já foram adiados neste mês devido a surtos de coronavírus, o que causou um acúmulo de partidas, e a falta de jogadores disponíveis obriga aqueles que se recuperaram da Covid-19 a jogar mais minutos.

A liga inglesa teve um recorde de 103 casos de Covid-19 na última semana.

"São necessários 14 votos para mudar isso. Algo está errado. Como exemplo, não sei bem quantos jogadores do Burnley disputam partidas internacionais. Quando nossos jogadores têm três jogos, eles não têm nenhum", disse Klopp aos repórteres nesta segunda-feira.

"Estamos falando de um problema que alguns clubes e alguns jogadores certamente têm, mas que é decidido por outros times. Porque fazemos disto uma competição, eles dizem não. Isto é um verdadeiro problema."

O treinador interino do Manchester United, Ralf Rangnick, e o técnico do Manchester City, Pep Guardiola, pediram cinco substituições na semana passada, mas seu colega de Tottenham Hotspur, Antonio Conte, disse que expressar suas opiniões à liga em uma reunião foi como falar com a parede.

(Por Rohith Nair em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos