Kim Kardashian diz que chorou com memes por vestido em baile de gala

Yahoo Vida e Estilo
Kim Kardashian e seu look polêmico no Met Gala, em 2013. Foto: reprodução/YouTube
Kim Kardashian e seu look polêmico no Met Gala, em 2013. Foto: reprodução/YouTube

O vestido de estampas florais usado por Kim Kardashian num baile de gala garantiu muitas risadas nas redes sociais, em 2013. Mas a socialite, que esperava sua primeira filha na ocasião, caiu em prantos assim que deixou o evento, devido às muitas críticas e memes que recebeu.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Hoje bem resolvida quanto ao look escolhido, a celebridade recordou o episódio em entrevista ao canal da revista “Vogue” no YouTube. “Eu chorei no caminho inteiro de volta para casa porque não podia acreditar”, disse Kim, de 39 anos.

Leia também:

Sua foto ganhou comparações inusitadas, incluindo a protagonista de “Uma Babá Quase Perfeita”. A piada foi feito pelo próprio intérprete da personagem, o ator Robin Williams, que afirmou ter “usado melhor” o vestido.

Robin Williams tuitou sobre vestido de Kim Kardashian. Foto: reprodução/Twitter/robinwilliams
Robin Williams tuitou sobre vestido de Kim Kardashian. Foto: reprodução/Twitter/robinwilliams

“Havia esses vários memes comigo e comparações com um sofá. Acho que até o Robin Williams tuitou, dizendo que eu parecia a Sra. Doubtfire. Era uma coisa imensa e eu só podia chorar”, afirmou.

Kim diz que se sentia uma intrusa no tradicionalíssimo Met Gala há seis anos.

“Eu estava muito grávida, muito inchada e eu sabia que, sendo a primeira vez que eu ia, precisava ser algo especial. O Kanye foi convidado para cantar, então eu não fui convidada, eu era apenas o par dele e tudo bem para mim, aquele não era um sonho meu. Eu sei que provavelmente ninguém me queria por lá”, disse.

O consolo da socialite foi ter sido elogiada pelas gêmeas Mary-Kate e Ashley Olsen, ex-atrizes e hoje estilistas. “Eu lembro delas me dizendo que amaram a roupa. Então nenhuma crítica importa porque as gêmeas Olsen aprovaram”, brincou.

Leia também