Kevin-Prince Boateng dispara contra o irmão: 'Não aceito violência contra mulheres'

·1 minuto de leitura

Kevin-Price Boateng comentou sobre a condenação do irmão, Jérôme Boateng, por violência doméstica. O zagueiro do Lyon e ex-Bayern de Munique é acusado de múltiplas agressões contra a ex-namorada, Sherin Senler, em 2018. Em entrevista ao jornal alemão "Bild", Kevin criticou o irmão e se disse a favor do cumprimento da lei.

- Me distanciei do Jerome há muito tempo. Aprecio e respeito a lei alemã. Não aceito a violência contra as mulheres. Não me identifico com as ações do meu irmão e por isso não tenho mais nada a ver com ele - disparou.

Leia também:

O jornal ainda destaca outro desabafo de Kevin-Price Boateng. Foi a primeira vez que o jogador comentou sobre a acusação do irmão. Segundo relatou, a condenação do zagueiro ex-Bayern de Munique caiu como uma bomba na família. Ele explica que, enquanto era visto como "mau menino", o defensor campeão mundial pela Alemanha em 2014 era tratado como uma joia. 

Jérôme Boateng vai desembolsar 1,8 milhão de euro por lesão corporal intencional contra a ex-namorada. Sherin Senler disse durante o julgamento que Boateng a mordeu e cuspiu sangue em seu rosto ao longo das agressões. Mãe das filhas do jogador, a mulher relatou também que em uma das ocasiões, o zagueiro acertou um soco que a deixou sem respirar por instantes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos