Kevin De Bruyne não se opõe a disputar uma Copa do Mundo a cada dois anos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Kevin De Bruyne em jogo da Bélgica das quartas-de-final da Eurocopa contra a Itália em Munique, em 2 de julho de 2021 (AFP/STUART FRANKLIN)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O meia da seleção belga Kevin De Bruyne não se opõe à realização da Copa do Mundo a cada dois anos, em vez dos quatro atuais, declarou ele em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

"No início da temporada, tivemos uma reunião com a Fifa e Arsene Wenger (promotor do projeto) para nos explicar o que eles queriam fazer. Acho que não é uma má ideia em si. Mas para fazer algo bem feito requer coordenação entre as federações de todos os países, a Uefa e a Fifa", explicou à agência belga.

"Todos devem trabalhar juntos. E eu insisto em um segundo ponto: eu disse a eles que devemos certamente reservar um verdadeiro período de descanso para nós, os jogadores, no final da temporada. Mas a ideia em si não é ruim, com a condição de que todos trabalhem juntos", insistiu.

A Fifa anunciou no final de setembro a convocação de uma cúpula em dezembro para discutir seu projeto de Copa do Mundo bienal e tentar superar a relutância de clubes e confederações continentais, como Uefa e Conmebol.

Em seu projeto, a Fifa planeja ter uma grande competição de seleções a cada ano, tanto masculina quanto feminina, alternando a Copa do Mundo e as competições continentais.

bnl/pm/mcd/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos