Ketleyn perde para canadense e vai para a repescagem do judô em Tóquio-2020

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Lutando por vaga na semifinal do judô na categoria até 63 kg nas Olimpíadas de Tóquio-2020, a brasileira Ketleyn Quadros perdeu para Catherine Beauchemin-Pinard, do Canadá, nesta terça-feira (27), no Nippon Budokan, em Tóquio.

Com menos de dois minutos para o fim do confronto, a canadense conseguiu um ippon.

Agora, a brasileira vai à repescagem, que começará a partir das 5h desta terça (horário de Brasília). Se vencer a holandesa Juul Franssen, Ketleyn brigará pela medalha de bronze.

Medalha de bronze em Pequim-2008 e porta-bandeira do Brasil em Tóquio, Ketleyn conseguiu vaga nas quartas de final após superar a judoca Boldyn Gankhaich, 26, da Mongólia.

Na primeira luta, Ketleyn já havia vencido por W.O., uma vez que sua oponente, a hondurenha Cergia David, 30, não passou pela pesagem, segundo a organização dos Jogos. Já o Comitê Olímpico Hondurenho diz que Cergia apresentou problemas gastrointestinais.

Pelas regras da modalidade, Ketleyn se apresentou ao tatame, e o árbitro lhe concedeu ippon, pontuação máxima do judô.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos