Keno sente alívio com o gol sobre o Cerro e agora mira a final Mineira

·1 minuto de leitura


Keno começou 2021 longe das boas atuações do ano passado, quando foi o principal assistente do time (10 no total), além de um dos principais artilheiros, com 10 gols na temporada. Este ano, ainda não conseguiu repetir seu bom futebol, mas foi essencial na vitória do Atlético-MG sobre o Cerro Porteño-PAR, por 1 a 0.

O atacante saiu do banco de reservas e garantiu, aos 46 minutos do segundo tempo, os três pontos para o alvinegro e ainda a liderança d Grupo H, com chances de ser o melhor time de toda a Libertadores.

Cuca o elogiou e rechaçou a ideia de que o atacante esteja fazendo uma função diferente em campo, na marcação.

-Eu não peço jogador para marcar. Quero eles tentem roubar a bola. O Keno não mudou de função em campo. Ele segue jogando pelos lados e eu conto muito com o Keno-disse Cuca após o jogo.

Para ele, o gol marcado foi mais especial ainda, pois tirou um “peso”, uma cobrança que vinha acontecendo sobre o jogador por ainda não estar na mesma forma de 2020.

-Estava precisando desse gol. E o time também. Vencer aqui era muito importante. A gente vai pra liderança geral. Agora é descansar e ter uma boa volta pra casa, porque temos uma final no sábado. A Libertadores não tem jogo fácil. Temos que competir pra sair vitoriosos. Competimos, jogamos e conseguimos o gol - disse Keno à Conmebol TV.

Próximos jogos do Atlético-MG

A participação do Galo na fase de grupos da Libertadores se encerra no dia 25 de maio, às 21h30, contra o Deportivo La Guaira, no Mineirão. Antes, no sábado, 22, o alvinegro decide com o América-MG o título Mineiro, às 16h30, também no Gigante da Pampulha.