Keno e Alan dão cartão de visitas do Fluminense na temporada e evidenciam perspectivas do elenco de Diniz


Dois meses após se despedir da última temporada, o Fluminense iniciou 2023 com o pé direito e derrotou o Resende por 2 a 0, no Raulino de Oliveira. Diferentemente dos rivais, Fernando Diniz optou por estrear no Campeonato Carioca com o time principal e colocou em campo o que tem de melhor. E a estratégia surtiu efeito para o atual campeão, visto que a equipe teve uma atuação equilibrada e conquistou os três pontos de forma tranquila e sem sustos.

+ Confira as novidades do mercado da bola

Nas palavras antes do jogo, o comandante deixou claro que a manutenção da espinha dorsal será essencial para a sequência do trabalho. A escalação inicial foi justamente o mesmo plantel que terminou a última temporada e recolocou o Tricolor na próxima edição da Copa Libertadores. Será a terceira vez seguida em que o clube participa do torneio e o título inédito é o grande sonho da torcida.

Além do Resende, que teve 40 dias de preparação, o Fluminense também teve que enfrentar o forte calor de Volta Redonda. Desde que a bola rolou, o sol não deu trégua e ficou a pino durante os 90 minutos. O estilo em campo foi o já conhecido pelos torcedores com toques curtos a partir da defesa, fazendo o time rodar e se movimentar de maneira intensa. No início, o adversário até tentou forçar o erro da defesa tricolor, mas logo sucumbiu diante da diferença técnica entre os times.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Carioca


A trinca Cano, Arias e Ganso voltou a mostrar o poderio ofensivo do time carioca que tem tudo para repetir os números de 2022. O colombiano teve uma grande atuação ao se movimentar, apostar nas jogadas individuais e, novamente, mostrar seu papel de 'garçom'. Foi de seus pés que saiu o cruzamento para que o argentino cabeceasse e a bola estufasse a rede adversária.

Antes disso, a bola tocou na cabeça de Joanderson, defensor do Resende, e enganou Jefferson. Com isso, o árbitro assinalou gol contra e o argentino não fez o L!, comemoração em homenagem ao filho Lorenzo. Todavia, como terminou 2022, Cano voltou a ser o jogador perigoso e incomodar a defesa com finalizações em apenas um toque. Em dois momentos sentiu em divididas, mas ficou em campo e foi substituído na reta final.

+ Entenda por que o Fluminense desistiu da contratação de Vina, do Ceará

Ganso, por sua vez, esbanjou qualidade técnica e novamente deu dinamismo ao meio de campo, mas foi substituído no intervalo por dores nas costas. O sistema defensivo, porém, vacilou em dois momentos com erros na saída de bola de Nino e Manoel. Coube a Fábio fazer uma grande defesa e garantir o resultado.

German Cano - Fluminense x Resende
German Cano - Fluminense x Resende

Cano até que tentou marcar, mas a bola tocou em Joanderson antes de entrar (Marcelo Gonçalves/Fluminense)

Faltou ser mais eficiente para construir uma vantagem com mais tranquilidade. Não que o Resende tenha sido perigoso de forma constante, mas por pouco não empatou e complicou um jogo que estava dominado pela equipe de Laranjeiras. O lance mais perigoso do segundo tempo foi a cobrança de falta de Jhon Arias que estremeceu a trave e por pouco não estufou a rede em forma de golaço. Foi então que Diniz apostou em um estilo que não costuma utilizar: a bola longa - para explorar a velocidade dos pontas.

+ Fluminense renova patrocínio com o Hospital de Clínicas de Itajubá

O comandante, então, deixou na reserva a maioria dos reforços, mas mostrou que dará chances de forma gradual. O Estadual será importante justamente para ingressar entre os titulares nomes como Keno e Jorge. O primeiro deles teve sua primeira oportunidade com as três cores que traduzem tradição e mostrou credenciais. Incomodou de forma incisiva com dribles e jogadas individuais e mostrou que pode ser uma arma ofensiva.

No fim, o atacante deu um passe 'açucarado' e colocou Alan na cara do gol. O camisa 18 tentou driblar o goleiro e foi derrubado na área. Na cobrança, teve categoria para tirar o arqueiro do lance e estufar a rede pela segunda vez desde seu retorno ao clube carioca. No ano passado, voltou com a temporada em andamento e ainda sofreu com lesão, mas mostrou que pode ser importante peça de reposição no setor.

+ ATUAÇÕES: Arias e Alan se destacam, e Keno vai bem em estreia com vitória pelo Fluminense

Ainda é cedo para definir que o elenco do Fluminense está mais coeso e dará resultados que a torcida tanto espera. No entanto, os reservas deram um cartão de visitas e entraram bem, sobretudo o estreante Keno e Alan. Com mais opções ao olhar para o banco, caberá a Diniz encaixar o time e saber utilizar as peças que tem à disposição e que escolheu a dedo. Na terça, o time faz seu primeiro jogo no Maracanã, contra o Nova Iguaçu, às 21h10.