Keita está "são e salvo" após golpe de Estado em Guiné, garante Liverpool

·1 minuto de leitura
O meio-campista do Liverpool, Naby Keita, de 26 anos viajou a Guiné para disputar as eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar-2022 (AFP/PETER POWELL)

O Liverpool informou nesta segunda-feira que o meia Naby Keita está "são e salvo" depois que a seleção guineense foi bloqueada em seu país após o suposto golpe ocorrido na semana passada. O

O jogador de 26 anos viajou ao seu país para disputar as eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar-2022, quando um grupo de militares depôs o presidente Alpha Conde, de 83 anos.

Depois de horas de tiroteios e agitação, o jogo marcado para segunda-feira contra Marrocos foi adiado.

Um porta-voz do Liverpool garantiu que o clube está em "contato permanente" com Keita e que tem mantido "comunicações regulares" com os responsáveis da seleção africana.

"Estamos satisfeitos porque está em boas condições e seguro", disse o porta-voz à agência britânica PA.

Cinco dos membros da seleção guineense jogam na França (Issiaga Sylla no Toulouse, Florentin Pogba no Sochaux, Abdoulaye Sylla no Nantes, Saidou Sow no Saint-Etienne e Mohamed Bayo no Clermont).

Uma fonte que não quis ser identificada próxima a um destes cinco clubes franceses garantiu à AFP que vários clubes europeus estão trabalhando para que os jogadores possam sair de seu país em voos privados.

A seleção marroquina conseguiu deixar o país no domingo.

fjt-jed-mdm/gj/bsp/mcd/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos