Katie Ledecky chega a Tóquio como domadora das águas olímpicas

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O cartão de visitas da nadadora norte-americana Katie Ledecky, 24, foi dado na Olimpíada de Londres, em 2012, quando ela tinha apenas 15 anos. Depois de ficar em terceiro nas eliminatórias dos 800 m livre, ela conquistou a medalha de ouro chegando 4 segundos à frente da segunda colocada, quebrando um recorde americano de 1989.

A partir dali, a adolescente chamou a atenção do mundo da natação e passou a dominar as distâncias médias e longas nas piscinas.

Desde então, Katie já bateu 14 recordes mundiais e 37 americanos e se tornou a mulher mais vencedora da Olimpíada Rio-2016, com 4 medalhas de ouro (nas provas de 200 m, 400 m, 800 m e 4 x 200 m livre) e 1 prata (no 4 x 100 m livre).

Atualmente, ela é a recordista mundial dos 400 m, 800 m e 1.500 m livre.

Tantas conquistas e domínio a fizeram ser comparada à lenda da natação Michael Phelps, seu compatriota, o maior medalhista olímpico da história, com 28 medalhas, sendo 23 de ouro, 3 de prata e 2 de bronze.

Em duas edições dos Jogos, Katie já soma 5 ouros e 1 prata. Em Mundiais, sua galeria conta com 18 medalhas (15 ouros e 3 pratas).

Mas o que faz de Katie Ledecky tão dominante? Especialistas dizem que o estilo de natação dela é diferenciado, com braçadas semelhantes às dos homens e um ritmo alucinante nas pernadas, principalmente, na parte final das provas. Nos treinos, é comum ela vencer até os homens de sua equipe.

Em Tóquio, Katie deverá nadar seis provas. Se ganhar cinco, será a mulher mais vencedora da história olímpica, superando a ginasta soviética Laryssa Latynina, que soma 9 ouros.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos