Kasper Schmeichel salva, e Leicester apenas empata com o Brighton


Nesta terça, o Leicester empatou com o Brighton por 0 a 0 na abertura da 31º rodada da Premier League, em seu estádio. Apesar do resultado, a equipe dirigida por Brendan Rodgers permanece na terceira colocação, na zona de classificação para a próxima Champions League. Durante o jogo, o goleiro Schmeichel defendeu o pênalti de Maupay e salvou os donos da casa de uma possível derrota.

Os visitantes, por sua vez, seguem no meio da tabela, na décima quinta colocação, com 33 pontos. Na próxima rodada, o Leicester visita o Everton, na quarta, dia primeiro de julho, no Goodison Park. Um dia antes, o Brighton recebe o Manchester United, às 16h15, no Falmer Stadium.

Confira a tabela da Premier League

Gigante Kasper Schmeichel




A partida começou com o Brighton tendo mais posse de bola e não dando espaço para os donos da casa. Até que aos 13, após receber um lançamento, Connolly entrou na área e foi derrubado por Justin. Após revisão do VAR, o árbitro Lee Mason confirmou o pênalti, que foi cobrado por Maupay. No entanto, um gigante dinamarquês brilhou. O goleiro Kasper Schmeichel fez uma bela defesa e evitou o gol.

Confronto equilibrado

Mesmo após o pênalti, o confronto seguiu equilibrado durante todo primeiro tempo, com pouquíssimas chances claras de gol. Aos 28, Conolly apareceu novamente e perdeu uma boa oportunidade, ao cabecear por cima da mete de Schmeichel. Quatro minutos depois, o centroavante Vardy recebeu na área, mas chutou fraco para uma defesa tranquila de Mathew Ryan.

Nada mudou na segunda etapa

Na segunda etapa, o Leicester continuou a apresentar uma atuação abaixo do esperado. Apesar de ter mais volume de jogo do que adversário, a equipe não levou perigo e não conseguiu assustar o Brighton. O técnico Brendan Rodgers ainda tentou fazer mudanças e trazer mais agressividade a sua equipe. No entanto, o time abusou de bolas alçadas na área sem qualquer inspiração.

Cadê o VAR?

No final do jogo, um lance gerou muita polêmica. Após novo cruzamento na área, a bola tocou no braço do defensor do Brighton. Contudo, o árbitro Lee Mason deu sequência à jogada e não consultou o VAR. No lance, o zagueiro Dunk não estava com o braço colocado ao corpo e o juiz deixou passar uma jogada que poderia mudar o resultado da partida. Por fim, um empate sem gols e uma fraca exibição do Leicester.
















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também