Karim Benzema será julgado em caso de chantagem a Valbuena por vídeo sexual

·3 minuto de leitura

O atacante francês do Real Madrid Karim Benzema será julgado por "cumplicidade em tentativa de chantagem" em 2015, por um vídeo de conteúdo sexual do jogador também francês Mathieu Valbuena - anunciou o Ministério Público de Versalhes à AFP nesta quinta-feira (7).

Benzema será julgado por ter, segundo o processo, estimulado seu ex-colega na seleção francesa a pagar os chantagistas, que ameaçavam divulgar um vídeo íntimo de Valbuena.

O astro corre o risco de pegar até cinco anos de prisão e multa de 75.000 euros.

"Bom, então quando é o baile de máscaras, hein?" Reagiu o atacante em sua conta no Instagram, poucas horas após o anúncio de seu julgamento, em data que ainda não foi definida.

Outros quatro homens estão envolvidos no caso por tentativa de chantagem, e um deles, também por abuso de confiança.

"Infelizmente, não estamos surpresos. É uma decisão tão absurda como previsível", reagiu o advogado de Benzema, Sylvain Cormier, que denunciou uma "crueldade" contra seu cliente.

O Real Madrid não comentou o caso até o momento. Este é um novo capítulo de uma novela que já dura mais de cinco anos.

Quando a seleção francesa se preparava para um amistoso contra a Armênia em outubro de 2015, Benzema contou a Valbuena sobre a existência de um vídeo com imagens íntimas dele.

Para o jogador do Real Madrid, tratava-se de uma conversa amigável com o objetivo de avisar seu colega.

Mas Valbuena interpretou isso como uma extorsão.

O jogador, que atualmente joga no Olympiakos grego, avisou a polícia depois de receber uma ligação de um dos chantagistas, na qual ameaçava publicar o vídeo.

As suspeitas recaem sobre Mustapha Zouaoui e Axel Angot, dois homens que gravitam em torno do futebol em Marselha.

- Fim da carreira com os 'Bleus' -

Para conseguir entrar em contato com Valbuena, eles tentaram usar vários intermediários. Um deles foi Karim Zenati, amigo de infância de Benzema, para incitar o atacante do Real Madrid a pressionar Valbuena a pagar.

O ex-jogador da seleção francesa Djibril Cissé, o primeiro a avisar Mathieu Valbuena sobre a 'sex tape' em maio de 2015, não será julgado.

O atacante, que soma 261 gols com o Real Madrid desde sua chegada ao clube em 2009, alega que um policial usou métodos ilegais para envolvê-lo no caso.

Ao longo do processo, a defesa tentou invalidar a investigação. Os métodos do policial que se passou por um dos intermediários de Valbuena estiveram na mira dos advogados, que o acusam de ter incitado os protagonistas do caso a cometer um crime.

Após várias decisões contraditórias, o tribunal de cassação resolveu a polêmica em dezembro de 2019: os métodos do policial haviam sido legítimos.

Benzema, de 33 anos, não foi convocado pelos "Bleus" (com quem disputou 81 jogos) desde que o escândalo veio à tona.

Mathieu Valbuena, por sua vez, com 52 partidas pela seleção francesa, conquistou o campeonato grego com o Olympiakos em 2020. Mas ele tampouco voltou a ser convocado pelo técnico Didier Deschamps.

al-ola/pga/gj/td/iga/zm/aa/tt/aam