Karatê: Brose e Kumizaki chegam ao Mundial atrás de novos pódios

·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Com esperança de medalhas para brasileiros, o Mundial de Karatê começará na próxima terça-feira, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Douglas Brose e Váleria Kumizaki são os principais nomes da delegação brasileira.

-As expectativas são muito boas para este Mundial. Acabei de ser campeão pan-americano pela sétima vez e agora vou em busca do meu tricampeonato mundial. Sinto que estou muito bem preparado, fisicamente e mentalmente”, disse Brose, que foi ouro em 2010, em Belgrado (Sérvia) e 2014 em Bremen (Alemanha).

- Estou muito empolgada. Este será meu nono mundial e me sinto como se estivesse indo para o primeiro - comentou Valéria Kumizaki, que em 2016, na Áustria, ficou com o vice na sua categoria (55 kg).

Representante da categoria até 60 kg, Douglas teve desafios a mais na fase de preparação, como a redução de competições. Ainda assim, acredita que fez uma ótima preparação, o que não diminuí a dificuldade que encontrará em Dubai.

- Minha categoria terá neste Mundial 76 participantes e creio que já enfrentei uns 25 deles. Difícil apontar quais serão os favoritos, todos chegarão forte na competição - disse o carateca, que vê Valéria "seguir" os seus passos e não apontar os principais rivais.

- São muitas meninas excelentes, difícil citar uma ou outra. Mas estou muito focada em buscar uma nova medalha”, afirmou a carateca brasileira, que encontrou uma motivação extra nesta reta final de preparação. “Estou novamente ocupando o segundo lugar do ranking mundial. Muito feliz por estar novamente entre as melhores da minha categoria, após ter superado algumas lesões e conquistado duas medalhas em três torneios internacionais que disputei - concluiu a brasileira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos