Kannemann lamenta gols perdidos e pede autocrítica no Grêmio: 'Olhar pra dentro e corrigir'

Nathalia Almeida
·1 minuto de leitura

Quando o chaveamento colocou o Independiente Del Valle no caminho do Grêmio, muitos esperavam uma eliminatória complicada. Ninguém apostava, no entanto, que o tricampeão da Libertadores ficaria pelo caminho na terceira fase prévia para o rival equatoriano. Derrotado por 2 a 1 na ida fora de casa, o Tricolor voltou a campo nesta quarta-feira (14) precisando vencer para avançar, mas tornou a empilhar erros e acabou se despedindo forma melancólica do torneio continental: nova derrota por 2 a 1, com o volante Maicon sendo expulso no decorrer da etapa final.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Em entrevista concedida após o encerramento do confronto em Porto Alegre, o zagueiro Walter Kannemann lamentou as inúmeras chances desperdiçadas pelos atacantes gremistas, e pediu autocrítica neste momento delicado para o Tricolor.

Perda esportiva e financeira: eliminação é duro golpe para o Grêmio | Pool/Getty Images
Perda esportiva e financeira: eliminação é duro golpe para o Grêmio | Pool/Getty Images

"Primeiro tempo perdemos três ou quatro gols claros, poderia ser outra história. Lá, nós tivemos um gol mal anulado, também poderia ser outra história. Fizemos um primeiro tempo tão bom e no finalzinho eles fizeram um ataque, e no segundo tempo talvez tenhamos perdido a cabeça. Mas agora temos que olhar para dentro, corrigir e melhorar", afirmou.

A eliminação precoce simboliza um duro golpe às pretensões esportivas e financeiras do clube gaúcho na temporada. Ainda buscando contratações de peso no mercado - repatriar Douglas Costa é o grande sonho nos bastidores tricolores -, o Grêmio sabe que a queda na Libertadores lhe tira grande poder de barganha e receitas importantes em tempos de pandemia.