Juventus vence o Porto mais uma vez e está nas quartas da Champions

A 'remontada', desta vez, não ocorreu. A Juventus voltou a vencer o Porto, desta vez por 1 a 0, e está classificada para as quartas de final da Liga dos Campeões. A equipe portuguesa ficou novamente com um a menos no primeiro tempo, após a expulsão de Maxi Pereira. Dybala fez o único gol da partida, em cobrança de pênalti. Agora, a Velha Senhora espera o sorteio da próxima sexta-feira para saber quem será o seu adversário na próxima fase da competição.

O Porto precisava vencer por três gols de diferença ou por dois, desde que marcasse mais de três, para avançar. A situação não era fácil, principalmente pelo atual momento da Juventus, líder isolada do Campeonato Italiano e que tem 31 vitórias consecutivas em seu estádio no Calcio. Apesar disso, não ficou somente se defendendo, mas viu a Velha Senhora ser muito melhor durante praticamente toda a partida.

O JOGO

Massimiliano Allegri não quis sentar na vantagem adquirida no jogo de ida. Montou a Juventus bem ofensiva, como de costume, com três atacantes e Cuadrado apoiando pela direita. Daniel Alves começou como titular, ilustrando o esquema voltado para o ataque.

Pelo lado direito, Daniel Alves ganhava todas de Brahimi. Na defesa, o brasileiro era soberano, levando a melhor também sobre o argelino quando a Juventus atacava o Porto.







Dybala se movimentava por todos os cantos do gramado, levando a defesa do Porto à loucura. Ele trocava de posição com Mandzukic a todo momento. Apesar de não estar acuado, o time português não criava lances perigosos. A Velha Senhora, contudo, estava mais presente na área adversária e perdeu boas chances.

De tanto rondar a meta de Casillas, a Juventus abriu o placar. Aos 40 minutos, após cobrança de escanteio, o goleiro do Porto defendeu cabeçada de Alex Sandro. Na sobra, Higuaín finalizou e Maxi Pereira evitou o gol colocando a mão na bola. O lateral uruguaio acabou levando o vermelho. Na cobrança de pênalti, Dybala fez o primeiro da Juventus.

O segundo tempo começou eletrizante. Casillas fez boa defesa em cabeçada de Danilo Pereira, que faria contra. No contra-ataque, Tiquinho Soares ganhou da defesa da Juventus e finalizou para fora.

O técnico Nuno Espírito Santo colocou Brahimi para atuar pela direita, depois de ele sair perdedor no duelo com Daniel Alves. O brasileiro, contudo, seguiu bem pelo seu setor e acertou bom cruzamento para Pjaca, que bateu para fora.

A Juventus de Allegri passou a tocar a bola, esperando o tempo passar para comemorar a classificação. O Porto, por sua vez, ainda tentou arriscar algumas subidas ao ataque para, ao menos, sair com um empate de Turim. Mas os homens de frente não estavam em um dia inspirado.

FICHA TÉCNICA
JUVENTUS 1 X 0 PORTO


DATA/HORA: 14/03/2017, às 16h45 (de Brasília)
LOCAL: Juventus Stadium, Turim (ITA)
ÁRBITRO: Ovidiu Haţegan (ROM)

CARTÕES AMARELOS: Cuadrado (JUV), Layún, André (POR)
CARTÃO VERMELHO: Maxi Pereira (POR)

GOLS: Dybala - 41'/1°T (1-0)

JUVENTUS: Buffon; Daniel Alves, Benatia (Barzagli - 14'/2°T), Bonucci e Alex Sandro; Khedira, Marchisio, Cuadrado (Pjaca - intervalo), Mandzukic e Dybala (Rincón - 32'/2°T); Higuaín. Técnico: Massimiliano Allegri.

PORTO: Casillas; Maxi Pereira, Felipe, Marcano e Layún; Danilo Pereira, Brahimi (Diogo Jota - 21'/2°T), Óliver Torres (Otávio - 24'/2°T) e André; André Silva (Boly - intervalo) e Tiquinho Soares. Técnico: Nuno Espírito Santo.



















E MAIS: