Juventus relembra confronto de Pelé contra seu 'alter ego' na Itália

Pelé jogou contra a Juventus de Omar Sivori na década de 1960 (Reprodução/Juventus)


Como forma de homenagear Pelé, a Juventus relembrou duas vezes em que encarou o Santos de Pelé na década de 1960. Na ocasião, o Rei do futebol iria encarar Omar Sivori, um dos maiores jogadores da Argentina antes de Maradona e tratado pela Velha Senhora como o "alter ego" do craque da Seleção Brasileira.

Em 1961, um anos antes do bicampeonato mundial do Brasil, o Santos viajou à Turim para encarar a Juventus. Na ocasião, o clube brasileiro não tomou conhecimento da equipe bianconeri, venceu por 2 a 0 e o astro foi responsável por anotar um dos gols do triunfo.

+ Relembre declarações históricas do Rei Pelé ao longo da carreira

Dois anos mais tarde, as equipes alvinegras voltaram a se encontrar na Itália para a realização de outro amistoso. Nessa ocasião, a Velha Senhora se vingou da derrota e venceu o confronto por 5 a 3 com direito a três gols de Omar Sivori. Por outro lado, Pelé deixou sua marca e balançou as redes uma vez.

A Juventus também lembrou de uma entrevista curiosa em que o brasileiro declarou ser torcedor da equipe bianconeri na Itália e que esteve próximo de vestir a camisa da Velha Senhora no período em que defendeu o Santos.

- Sim, o clube alvinegro me desejou, mas o Santos não quis me deixar ir. A revolução estouraria na cidade. Não era como hoje. |A saída do Brasil assumia o significado de uma espécie de traição , geralmente saíam os mais novos, os ainda não consolidados ou os que já não se sentiam à vontade no clube. Sempre fui torcedor da Juve, de campeões como Boniperti e Sivori. Foi assim. Não adianta lamentar o que não foi.

Além da Juventus, o Barcelona relembrou três oportunidades em que Pelé desfilou seu futebol no gramado do Camp Nou. O maior jogador de futebol de todos os tempos, tricampeão mundial com a Seleção Brasileira, é homenageado ao redor do mundo e em diversos campeonatos internacionais.