Juventus perde 15 pontos no Campeonato Italiano devido a transferências irregulares

Por Giulio Piovaccari

MILÃO (Reuters) - A Juventus perdeu 15 pontos na temporada atual do Campeonato Italiano após decisão de um tribunal de futebol que investiga as negociações de transferências do clube, deixando o time mais bem sucedido do país no meio da tabela do campeonato.

A decisão, que também representa um impacto para a reputação do clube, é mais dura do que a perda de nove pontos que um promotor de futebol havia solicitado, durante uma audiência sobre a forma como a Juventus e vários outros times lidaram com os acordos de troca de jogadores.

Com 20 jogos restantes nesta temporada, a Juve ocupava o terceiro lugar na Série A com 37 pontos, 10 atrás do líder Napoli. A punição os empurra para o 10º lugar, fora das vagas de qualificação para as lucrativas competições europeias.

Em uma declaração, o tribunal também impôs proibições sobre 11 ex-dirigentes e atuais diretores da Juventus, que não poderão ocupar cargos no futebol italiano.

A Juventus disse que apelará ao Conselho de Garantia Esportiva do país assim que os motivos da decisão forem publicados.

"Consideramos isso uma injustiça flagrante também para milhões de torcedores, que acreditamos que será remediada em breve no próximo tribunal", disseram os advogados do clube.

A Juventus negou irregularidades e disse que sua contabilidade estava de acordo com os padrões do setor.

(Reportagem de Giulio Piovaccari)