Juventus convoca CR7 e jogadores que deixaram a Itália para retorno após paralisação

Goal.com

A Juventus aproveitou o relaxamento da quarentena contra o novo coronavírus na Itália para convocar o retorno dos jogadores que estão fora do país. A iniciativa é a primeira movimentação visando à volta dos treinamentos do clube ainda nesta temporada, que deve ser realizada nas próximas semanas.

O pedido é para que os atletas liberados durante a pandemia façam o procedimento de retorno a Turim para que se possa retomar os treinamentos da maneira mais rápida possível. A determinação do governo indica que as práticas esportivas, com certas restrições para assegurar distanciamento, estão liberadas a partir de segunda.

Nomes como o brasileiro Douglas Costa, o argentino Gonzalo Higuaín e, claro, Cristiano Ronaldo, estão entre os que precisam voltar à Itália nos próximos dias. A previsão dos alvinegros é ter todo o elenco à disposição a partir do dia 18 de maio.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A Juve se junta a um grupo formado por Roma, Napoli, Inter de Milão e Sassuolo entre aqueles que já programam o retorno dos treinamentos. No caso da Velha Senhora, há um simbolismo ainda maior.

Matuidi, Rugani e Dybala foram diagnosticados com o vírus da Covid-19, o que coloca o clube como um dos mais afetados pela pandemia. Os três estão em isolamento na Itália desde então.

A Série A, como todas as principais ligas da Europa, está suspensa desde março devido à crise do Covid-19, que matou mais de 244.500 pessoas em todo o mundo.

Ainda há incerteza sobre se a temporada 2019-20 será concluída, em meio à evolução da pandemia. Com o adiamento da Euro criou-se a possibilidade de finalizar a liga no verão europeu, mas outros torneios, como na Holanda e na França, foram declarados como encerrados.

Leia também