Juventude segura e Carné não é liberado para o futebol paulista

Marcelo Carné pelo Juventude (Foto: Porthus Junior/Agencia RBS)
Marcelo Carné pelo Juventude (Foto: Porthus Junior/Agencia RBS)


Marcelo Carné teve um ano de destaque. Pegou pênalti contra o Grêmio, foi o melhor em campo contra o Botafogo na Copa do Brasil, ajudou o Juventude a conseguir o acesso e caiu nas graças da torcida com diversas defesas difíceis. Com isso, o goleiro foi procurado e quase se transferiu para a Ferroviária-SP, para disputar o Campeonato Paulista. O acerto não saiu, mas Carné garante estar feliz e se diz reconhecido pela postura do time gaúcho:

- Foi uma prova que contam comigo para 2020 e não é da boca para fora. Fico feliz, porque estou adaptado a cidade e o Juve é um time que me abraçou, assim como a torcida. Estou feliz e bastante otimista para as metas do time no ano que vem - afirmou.

Marcelo Carné é cria da base do Flamengo e vestiu a camisa da Seleção Brasileira na base, sendo bi-campeão Sul-Americano (sub-15 e sub-17). O contrato do jogador com Juventude vai até novembro de 2020. O arqueiro finalizou falando sobre os objetivos do time:

- Temos que ir pouco aos poucos e não iludir o torcedor em nenhum sentido. Isso é o mais importante. Vamos dar a vida em todos os jogos para conseguir os resultados, mas não adianta fazer promessas em vão. Mas não vou esconder que nosso primeiro objetivo é conquistar ao menos um título de turno do Gauchão. Isso nos dará mais tranquilidade e confiança para a Copa do Brasil e Série B - finalizou.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também