Justiça condena Belo a pagar R$ 4,7 mi a Denilson

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A complicada relação entre o pagodeiro Belo e o ex-jogador Denilson ganhou novo capítulo na nesta quinta.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

O atual comentarista da TV Bandeirantes conseguiu na Justiça o bloqueio de um cachê do cantor para quitar uma dívida de mais de R$ 4,7 milhões.

A ação já foi encerrada e Belo não pode mais recorrer. Sua defesa disse que o artista não teria fundos para pagar o débito.

Leia mais:
Jornal aponta que Neymar está entre Real e Barcelona

Perdeu o glamour? Veja o ‘clima’ para Real Barcelona sem Messi e CR7

Quantos pontos o Corinthians precisa somar para não ser rebaixado?

A próxima apresentação do pagodeiro será nesta sexta em São Paulo. O cachê desse show já irá para uma conta judicial.

O caso

Denilson era o empresário da banda Soweto e acusou Belo de sair do grupo sem qualquer tipo de aviso, uma quebra de contrato. A primeira condenação contra o cantor aconteceu em 2004.

Brigas na Justiça

No primeiro semestre do ano passado, Belo entrou na Justiça contra Denilson por danos morais. O valor da ação de Belo era de R$ 501 mil. O cantor perdeu e ainda teve que arcar com os custos de advogados da parte do ex-jogador (10% do total).

Após essa sentença, Denilson entrou na Justiça com outra ação, alegando não ter recebido os R$ 50 mil dos custos advocatícios.