Justiça rejeita pedido para suspender eleições de vitalícios no Palmeiras

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·1 minuto de leitura


A Justiça de São Paulo rejeitou o pedido de José Apparecido, conselheiro do Palmeiras, que tentava evitar a eleição de novos vitalícios no clube, na próxima segunda-feira (07). A informação foi divulgada pelo jornalista Danilo Lavieri, do portal Uol Esporte.

A ação de Apparecido era baseada na última reunião para a mudança no estatuto, na qual a maioria dos conselheiros entenderam que o Verdão deveria diminuir a quantidade de vitalícios. Esta decisão, porém, não foi colocada em prática, dado que, para isso, dois terços do conselho deveriam concordar, algo que não ocorreu.

Com isso, a Justiça entendeu que a ação deve ser julgada extinta, pois, ao convocar a eleição, Seraphim Del Grande, presidente do Conselho Deliberativo, não cometia qualquer ato contra o regulamento.

A escolha de novos vitalícios no Palmeiras deve ocorrer na próxima segunda-feira (07).