Justiça multa Atlético-MG em R$ 2 milhões por não pagar Victor ao Grêmio

Grêmio e Atlético-MG seguem brigando pelo caso Victor. O time gaúcho cobra a equipe mineira referente a uma dívida envolvendo a contratação de Victor, em 2012. A novela, que já dura cinco anos, ganhou mais um capítulo.

Em nova decisão expedida pela 17ª Vara Cível do Foro Central de Porto Alegre, a Justiça, pelo atraso no pagamento, aplicou ao Galo uma multa de R$ 2 milhões, correspondente a 20% sobre o valor da dívida que o Galo tem com o Tricolor.

"Aplicou-se uma multa de 20% do valor total da dívida, por o Atlético-MG ter retardado o pagamento da parcela da venda do Lucas Pratto, da qual a Justiça determinou o bloqueio", contou o diretor jurídico do Grêmio, Nestor Hein, ao GloboEsporte.com.

Victor Atlético-MG

(Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG/Divulgação)

VEJA TAMBÉM:

A negociação que levou Victor de Porto Alegre para Belo Horizonte envolveu 50% dos direitos econômicos do zagueiro Werley, hoje no Coritiba, e 3 milhões de euros, que nunca foram pagos. A dívida está em cerca de R$ 10 milhões. Com a pena, deve ultrapassar os R$ 12 mi.

Em fevereiro, o departamento jurídico gremista conseguiu a penhora de parte da venda de Lucas Pratto ao São Paulo, num montante total de 6 milhões de euros (cerca de R$ 20 milhões). A decisão judicial prevê o depósito pelo São Paulo, das duas parcelas restantes, em 15 de abril e 15 de julho, diretamente em uma conta vinculada ao processo.