Justiça define que Globo deve pagar R$ 40 mil a família por uso indevido de imagem em comercial do UFC

·1 minuto de leitura


A Globo foi condenada a pagar R$ 40 mil a uma família que teve sua imagem veiculada em propaganda sobre o UFC que convidava amantes do MMA para assinatura do canal 'Combate'. A decisão entende que a emissora usou a imagem sem a permissão devida para fins comerciais. A informação foi publicada pelo portal 'Uol Esportes'.

+ Vai começar! Confira a rodada 1 do Brasileirão e simule

O Ministério Público recomendou ainda que o comercial seja tirado do ar, o que foi acatado pelo juiz Claudio Salvetti D'Angelo que estipulou ainda uma multa de R$ 5 mil por dia caso a Globo descumpra a decisão. A emissora recorre e alega que a família teria agido de 'má-fé', pois as imagens compuseram a transmissão jornalística de uma competição desportiva veiculada ao vivo pelo canal Combate, sendo reprisada 16 vezes.

A imagem que compõe a campanha veiculada pela Globo aconteceu em dezembro de 2019, durante a luta da brasileira Virna Jandiroba em evento do UFC em Washington. A família alegou que vinha sendo alvo de chacota de amigos que, segundo publicado pelo 'Uol', faziam brincadeiras sobre a família ser figurantes, atores ou garotos-propaganda da Globo.

O pedido inicial da família na Justiça foi de R$ 50 mil por pessoa, mas a decisão ordena o pagamento de R$ 10 mil por membro da família, totalizando 40$ mil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos