Justiça dá prazo de 48 horas para Fluminense quitar dívida de R$ 12 milhões com Henrique

·2 minuto de leitura


O Fluminense tem mais um problema judicial nas mãos. Isso porque a 54ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro determinou, na última quarta-feira, que o clube quite uma dívida de R$ 12.597.167,82 com o zagueiro Henrique dentro de 48 horas. O prazo começa a contar a partir do momento que o clube for oficialmente notificado, o que ainda não ocorreu. A decisão cabe recurso.

+ Fred entra na lista dos 20 jogadores com mais partidas pelo Fluminense. Confira quem mais vestiu o uniforme tricolor

Henrique defendeu o Flu entre 2016 e 2017 e foi um dos oito jogadores dispensados por WhatsApp. Na época, o clube tinha a intenção de de gerar uma economia de R$ 20 milhões em salários até o final dos contratos, mas o ato gerou sete processos na Justiça. A informação foi divulgada inicialmente pelo site "Esporte News Mundo".

Além do zagueiro, Diego Cavalieri, Wellington Silva (lateral), Marquinho, Artur, Robert, Higor Leite e Maranhão foram comunicados na época que estavam fora dos planos. Apenas o último teve uma situação diferente pois ficou emprestado até o fim de seu contrato.

Veja a tabela do Brasileirão

No processo, o jogador pede a rescisão contratual e cobra os salários a que teria direito até o fim do vínculo. Além disso, também alega dívida de remunerações atrasadas, como FGTS, férias, verbas rescisórias e premiação do título da Primeira Liga. Henrique ganhou a ação no valor de R$ 9.126.399,97, mas com juros e correções, a quantia já aumentou em mais de R$ 3 milhões. Este é o segundo maior valor, atrás do meia Marquinho, com R$ 10.337.493,17 quando venceu.

Henrique chegou ao Fluminense em janeiro de 2016 após negociação com o Napoli, da Itália. Ele era titular e capitão do Tricolor e defendeu a equipe em 119 partidas. Antes de ser dispensado, o clube chegou a ser procurado pelo Corinthians, mas a negociação não avançou. Depois, o jogador acabou indo justamente para o clube paulista, passando ainda por Al-Ittihad (Emirados Árabes) e Belenenses (Portugal) antes de retornar ao Coritiba, clube que o revelou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos