Junta eleitoral libera todos os candidatos à presidência do Botafogo

LANCE!
·1 minuto de leitura


A eleição do Botafogo se aproxima e nesta sexta a Junta eleitoral do clube tomou uma decisão importante. Ela não aceitou nenhum dos quatro pedidos de impugnação feitos contra os três candidatos Alessandro Leite (Todos pelo Botafogo), Durcésio Mello (Botafogo de Todos) e Walmer Machado (O Mais Tradicional). Com isso, ambos seguem no pleito que será realizado no próximo dia 24

Neste sentido, as três chapas foram informadas nesta tarde e de acordo com a junta eleitoral, presidida pelo sócio Aderaldo Vieira Chaves, todos os concorrentes estão em situações regulares mesmo depois do prazo de 30 dias, que foi concedido em virtude da pandemia global de Covid-19.

Dessa forma, o Botafogo escolherá o seu novo presidente no dia 24, terça-feira, que irá ocupar o cargo nos próximos quatro anos e irá substituir o atual mandatário Nelson Mufarrej. Por fim, vale destacar que, a votação será realizada em General Severiano.

Cabe salientar, que no último mês, os candidatos travaram um disputa de liminares, que resultou em quatro pedidos de impugnação das chapas concorrentes. O primeiro deles, foi de Durcésio Mello, que afirmou que sócios falecidos há anos integravam o grupo de Walmer Machado. O candidato Alessandro Leite também seguiu o movimento e questionou supostas irregularidades.

Em seguida, foi a vez de Walmer Machado apresentar documentos e contestar o lado financeiro da chapa de Durcésio. Ele alegou que o adversário acumulou dívidas milionárias. Já em relação à Alessandro, Walmer questionou um possível inquérito policial por falsidade ideológica. Para a Junta, as acusações são "estranhas ao processo eleitoral".