Juninho Paulista vê Ituano com estrutura para dar saltos maiores

Após ficar a três pontos do segundo colocado do Grupo A do Campeonato Paulista, o Ituano lidera o seu grupo no Troféu de Interior, precisando apenas de uma vitória na última rodada para se garantir na grande final. Com esse cenário o gerente de futebol Juninho Paulista falou sobre a atual situação do bicampeão do Paulistão.

“Estamos batendo na trave para se classificar nos últimos três anos, mas a gente tem a oportunidade no Troféu do Interior, ganhando em casa (da Ferroviária na última rodada), disputamos uma final importante e nos classificamos para a Copa do Brasil do ano que vem”, afirmou o ex-meio-campista durante evento da Uefa.

“A gente está atrás de calendário. Iremos disputar a Série D no segundo semestre, já batemos na trave para subir para a terceira divisão no ano passado. Acho que o Ituano já está com uma estrutura sólida para dar saltos maiores”, completou.

Além disso, o gestor do Ituano falou sobre como foi o processo de contratação do treinador Roque Júnior. Juninho Paulista também elogiou o estilo de futebol que ex-zagueiro da Seleção Brasileira pede para seus jogadores apresentarem.

“Eu já o conhecia. A gente tem amizade. Eu sabia do potencial dele, que ele vinha estudando muito. (O Roque Júnior) fez um trabalho bom, apesar dos resultados não terem aparecido, no XV (de Piracicaba). Eu gostava da maneira como o time jogava. Ele foi para fora (Europa), se qualificou ainda mais e estava esperando uma oportunidade. Eu, como estou mais próximo dele, sabia disso, o contratei”, afirmou.

Confira outros temas abordados por Juninho Paulista:

Mudança dos treinadores no Brasil

O gerente de futebol do Ituano também falou sobre a mudança do perfil dos técnicos brasileiros, com os medalhões perdendo espaço e treinadores mais jovens, como Rogério Ceni, Eduardo Baptista e Roger Machado, assumindo times grandes.

“Eu vejo isso com naturalidade. Existe uma renovação, assim como acontece com os jogadores. Queira ou não, dedica-se muito tempo (ao trabalho), daí fica longe da família e as vezes isso vai saturando um pouco. Os jovens vão aparecendo com mais vigor”.

Campeonato Inglês

Juninho Paulista, que jogou cinco anos no Middlesbrough, é considerado um dos melhores jogadores brasileiros que já atuaram no Campeonato Inglês e comentou a situação atual do torneio, que é considerado o mais equilibrado do mundo.

“Já na minha época eu achava que a Premier League era o melhor campeonato do mundo e agora está comprovando tudo o que aconteceu há quase 20 anos. Muda um pouco a quantidade de estrangeiros, principalmente nos times grandes, em que você vê poucos jogadores ingleses, o que não acontecia na minha época. Acho que o futebol mudou aí e dentro de campo, estão jogando um pouco mais

Domínio do Celtic na Escócia                                 

O Celtic, time em que Juninho Paulista atuou entre 2004 e 2005, conquistou, nesta temporada, o seu 48º título escocês, o sexto consecutivo, com oito rodadas de antecedência e o executivo falou sobre essa situação.

“O Celtic e o Ranger são muito (grandes) para a Escócia. Eles até tentaram entrar na Premier League. São estruturas gigantes para um campeonato pequeno. Sempre foram os dois e, com o problema que o Rangers teve (faliu e caiu para a quarta divisão), o Celtic passou a dominar a liga”.

*Especial para a Gazeta Esportiva