Jungle Fight 112 consagra Stephanie 'Rondinha' e João Dantas


O Jungle Fight 112, realizado neste domingo, na capital de São Paulo, coroou a mineira Stephanie "Rondinha" como nova campeã peso-palha da organização e o paulista João Dantas como o novo campeão peso médio.

Mineira de 22 anos, Stephanie venceu por decisão unânime uma luta bastante equilibrada contra a até então invicta paulista Karina Aryadne após cinco rounds de disputa, com ações tanto em pé quanto no solo.

"Senti o que ela tinha a oferecer no primeiro round e depois botei meu jogo em prática. Este cinturão é um passo muito importante na minha carreira, que eu desejava desde que comecei a lutar. Agora sou a campeã do maior evento da América Latina", celebrou a nova campeã, que chegou a cinco vitórias em seis lutas.

O combate que decidiu o novo campeão dos médios foi recheado de reviravoltas e emoção. Logo nos primeiros segundos, o boliviano acertou uma bomba em cheio no rosto de João Dantas, 26 anos, que foi ao solo quase que em definitivo.

Digno de um guerreiro, o paulista resistiu, voltou em pé, mas mesmo assim, durante boa parte do primeiro round, parecia que o fim da luta seria com ele beijando a lona Mas tudo começou a mudar a partir do assalto seguinte.

Bazan cansou de bater e, de caçador, se tornou a caça. Bem da verdade, ele também mostrou resistência diante dos contra-ataques do brasileiro, mas João Dantas conseguiu emplacar o nocaute no terceiro minuto do segundo round.

"Quem me conhece me chama de Rocky Balboa, porque eu aguento muita pancada. Ele podia bater a noite inteira que eu não ia parar de ir para cima. Trabalhei muito para conquistar esse cinturão e é só o começo", disse o paulista de Capão Bonito, que agora soma sete vitórias, todas por nocaute, em oito lutas.

O card ainda teve como destaques os nocautes do paulista Marcos "Tailandês" sobre o capixaba Frank Jagunço, do fluminense Thierry Lucas sobre o paulista Rian Martinazzo e do paulista Murilo Henrique sobre o paulista Michael de Oliveira.

"Estou muito feliz por mais esse maravilhoso evento e orgulhoso pelo que os lutadores entregaram. Agradeço aos apoiadores, como o vereador George Hato e o prefeito Ricardo Nunes, dois caras acreditam e apoiam o esporte como uma grande ferramenta de inclusão social", destacou Wallid Ismail.

Confira abaixo os resultados completos:

Jungle Fight 112
Ginásio do Pelezão, São Paulo, SP
13 de novembro de 2022


Stephanie “Rondinha” Luciano (MG) venceu Karina Aryadne Caetano (SP) por decisão unânime (triplo 49x46)

João Dantas (SP) venceu Carlos Bazan (Bolívia) por nocaute técnico aos 2:09 do R2

Luiz Paulo Barbosa Maciel (AL) venceu Wagner Reis (MG) por decisão unânime (30x27, 29x28, 29x28)

Leonardo Rodriguez (Bolívia) venceu Rodrigo Almeida (SP) por nocaute técnico aos 4:58 do R1

Davi de Souza Almeida (AP) venceu Hélio Nunes (SP) por decisão unânime (triplo 29x27)

Thierry Lucas (RJ) venceu Rian Martinazzo (SP) por nocaute técnico aos 4:08 do R1

Marcos "Tailandês" (SP) venceu Frank Bispo dos Passos (ES) por nocaute a 1:17 do R1

Rodrigo Miag (SP) venceu Thiago Gauterio (RS) por nocaute técnico aos 4:16 do R1

Manrique “Dhiago" Rojas (Peru) venceu Kauê Vaz (SP) por decisão majoritária (29x27, 30x26 e 28x28)

Murilo Henrique Bento (SP) venceu Michael de Oliveira (SP) por nocaute técnico aos 4:22 do R1

Demerson Silva (BA) venceu Victor Bastos (PA) por desclassificação (joelhada ilegal) 2:15 do R2

Joseph Yohan (SP) venceu Rodrigo Amorim de Castro (SP) por decisão unânime (triplo 30x27)

(Foto: Leonardo Fabri)
(Foto: Leonardo Fabri)

João Dantas venceu de virada (Foto: Leonardo Fabri)