Judoca que venceu Covid é o 1º atleta brasileiro vacinado para Tóquio

·2 minuto de leitura


O judoca medalhista paralímpico Antônio Tenório foi o primeiro atleta brasileiro a ser imunizado contra a Covid-19, nesta sexta-feira, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. Horas depois, Ana Marcela Cunha puxou a fila dos atleta olímpicos, ao receber a sua dose na Escola de Educação Física do Exército, no Rio de Janeiro.

Também na capital fluminense, foram vacinados na sequência o remador paralímpico Michel Pessanha, a nadadora Larissa Oliveira, a velocista Rosângela Santos, e Marcus D’Almeida, do tiro com arco.

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) e o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) pretendem vacinar até 1,8 mil pessoas até terça-feira da semana que vem. A segunda dose será aplicar dentro de 21 dias, prazo recomendado pela Pfeizer.

Em março deste ano, Tenório foi diagnosticado com o novo coronavírus e foi hospitalizado após nove dias do início dos sintomas e permaneceu internado por 18 dias.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

- É um momento ímpar para nós, passamos por momentos difíceis. Depois de 18 dias de internação, então para mim é muito gratificante esse momento de ser o primeiro atleta paralímpico a ser vacinado - comentou Antônio Tenório, após receber a primeira dose da vacina da Pfizer.

Atletas e demais credenciados para os Jogos de Tóquio serão vacinados a partir desta sexta em seis cidades brasileiras.

A ação é fruto de um acordo interministerial entre os Ministérios da Defesa, da Saúde e da Cidadania, em coordenação com o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), que permitirá a imunização de cerca de 1.800 pessoas, entre esportistas e credenciados que participarão dos Jogos de Tóquio.

As vacinas foram doadas pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), que ofereceu doses a todos os Comitês Olímpicos e Paralímpicos Nacionais, além de vacinas para imunizar ao menos mais dois cidadãos dos países beneficiados pela doação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos