Juan lembra torcida pelo Flamengo contra o Vasco de Roberto Dinamite: 'Falta era uma agonia'


Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O velório de Roberto Dinamite, nesta segunda-feira, tem a presença de personalidades de diferentes gerações e ligadas a diversos clubes. O ex-zagueiro e atual gerente de futebol do Flamengo, Juan, lembrou de um tempo até anterior: quando ele era torcedor e precisava do fracasso do maior ídolo da história do Vasco.

- Lamentamos muito. O Roberto era um cara que, nos meus tempos de moleque, era sempre rival, mas ele transcende a rivalidade. Ele e o Zico nunca deixaram essa rivalidade sair do gramado. Um craque, representou a seleção também. Posso dizer que foi um ídolo da nossa seleção. Lamentamos muito. Vim para dar um abraço nos familiares. Ele não era centroavante e não era 10. Estava no meio ali, fazia as duas funções muito bem - ressaltou, antes de emendar:

- Lembro bem dos meus tempos de Maracanã, sempre que tinha uma falta era uma agonia. Era aquele jogador que torcíamos contra para não prejudicar o nosso time. Acima de tudo, depois, conhecendo a pessoa, a essência, o ser humano Roberto é admirado por todos - completou.

-> Confira a tabela do Campeonato Carioca

O velório de Roberto Dinamite segue em São Januário, e vai até o início da noite desta segunda-feira. O enterro do Maior de Todos será nesta terça, em Duque de Caxias.

Juan - Flamengo
Juan - Flamengo

Juan é nome histórico do Flamengo (Foto: Lazlo Dalfovo)