Jovens brasileiros de 13 anos são campeões de jiu-jitsu em Abu Dhabi

Jovens foram campeões em Abu Dhabi (Foto: Reprodução/Instagram)


A futura geração de representantes do jiu-jitsu brasileiro vem mostrando que a hegemonia verde e amarela nos campeonatos de kimono deve permanecer por longos anos. No último final de semana, o Brasil fez bonito na divisão júnior no World Pro, em Abu Dhabi. A competição está entre as mais importantes do planeta.

Vale destacar as atuações do fluminense João Pedro Figueiredo e do capixaba Davi Camponez Silva, campeões peso pesado e pluma, respectivamente, ambos na faixa-laranja. Em comum, eles são parceiros de boa vontade, grupo solidário formado por LBV, Super Rádio Brasil AM 940 Prime Esportes e Boomboxe, que há mais de 12 anos apoiam projetos que levam de artes marciais a crianças e jovens.

João Pedro Figueiredo, 13 anos, conquistou o bicampeonato. Desta vez, o jovem do Jardim Catarina, em São Gonçalo, venceu dois oponentes em lutas disputadíssimas, ambas por pontos. Além de dois mundiais no World Pro, ele ainda possui em seu currículo títulos brasileiros, sul-americanos, do Europeu e do Pan Kids.

Davi Camponez Silva, 13 anos, conquistou seu primeiro título em terras estrangeiras. E com uma atuação e tanta. O atleta de Vila Velha finalizou três dos quatro adversários (e venceu a final por pontos) sem tomar um ponto sequer em toda a competição. Davi também é campeão brasileiro, sul-americano e pan-americano.