Jovem brilha em sua estreia e Brasil se classifica para as quartas da Copa do Mundo de Beach Tennis no Rio

Marcello Zambrana / DGW


A noite de quarta-feira foi especial para a jovem paranaense Vitória Marchezini, de apenas 16 anos, que fez sua estreia com o pé direito na dupla feminina no ITF Beach Tennis World Cup, a Copa do Mundo da modalidade, que está sendo realizada na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro.

O Brasil derrotou a Polônia por 3 a 0 e carimbou o passaporte para as quartas de final por antecipação com duas vitórias pelo Grupo 2. Também garantiu a primeira colocação no grupo e agora aguarda o adversário da próxima, Itália ou Porto Rico.

Marchezini, atual 9ª do mundo, e a experiente Rafaella Miiller, 5ª colocada, derrotaram Aleksandra Adamska e Marcelina Podlinska, por 6/0 6/1.

"Ontem joguei dupla mista e não estava me sentindo muito bem fisicamente, mas hoje foi bem melhor, treinei muito bem pela manhã, com mais confiança também no meu saque e a partida foi bem divertida", disse a atleta, que foi vice-campeã mundial juvenil pelo Brasil ano passado.

Miiller, que já tem três dos quatro títulos mundiais conquistados pelo Brasil (2018, 2019 e 2021), comentou: "Foi muito divertido jogar com a Vitória, somos da mesma cidade no Paraná (Rolândia), esse era o momento que muitas pessoas esperavam, eu também. Estou muito feliz por jogar com ela, segurou bem a onda de uma estreia com pressão e tudo."

Na dupla masculina, o primeiro não-italiano a liderar o ranking, Vinicius Font (atual 13º) e André Baran (5º) voltaram a unir forças pelo país segurando os potentes saques de Pawel Krupski e Jakub Tokars para marcarem um duplo 6/2. Na dupla mista, Marcela Vita e Allan Oliveira superaram Adamska e Krupski por 7/5 6/1.

"Antes de qualquer coisa o Baran é meu amigo, tem bastante presença de quadra. Bom sair de quadra com uma vitória e contribuir para o triunfo do meu país", disse Font. "Eles tinham uma velocidade de saque muito forte, uma paulada, mal dava pra ver a bola", acrescentou.

Baran completou: "Não conhecíamos muito bem os adversários, foi tudo muita novidade, uma dupla totalmente “all in” (tudo ou nada). Não sabíamos o que poderia acontecer, sacaram muito bem, foi um jogo com poucas trocas de bola, duas ou três no máximo. Fomos tentando devolver o saque para entrar nos pontos, se tivesse mais de quatro ou cinco trocas a gente ganharia o ponto. Eles sacavam pra bola não voltar, estratégia deles.”

Nesta quinta-feira, o time comandado por Alex Mingozzi joga às 13h30 contra Curaçao para finalizar em primeiro lugar do grupo, com transmissão ao vivo pelo NSports.

No juvenil, o time brasileiro levou a virada por 2 a 1 da Venezuela, perdendo um dramático duelo na dupla mista, com Valentina Negrillo e Carlos Fernandez marcando 3/6 6/3 10-8 no jogo decisivo contra Antonia Thompson e Augusto Simonetto.

A equipe nacional enfrenta a Itália, às 19h, com transmissão do Sportv 3 e NSports, em jogo decisivo pela classificação para a semifinal. A Venezuela e a França se enfrentam também buscando a vaga.

Resultados Quarta-Feira 09/11:

Grupo 1

Itália 3-0 Portugal

Porto Rico 2-1 Japão

Grupo 2

Brasil 3-0 Polônia

Letônia 2-1 Curaçao

Grupo 3

Espanha 3-0 Chile

Alemanha 3-0 Tailândia

Grupo 4

França 3-0 EUA

Venezuela 3-0 África do Sul



Programação quinta-feira (10):



Quadra Central

9h - Itália x Porto Rico - Grupo 1 (NSports)

13h30 - Brasil x Curaçao - Grupo 2 (NSports)

19h - Brasil x Itália – Juvenil (NSports e Sportv)



Quadra 1

9h - Espanha x Alemanha - Juvenil

13h30 - Espanha x Alemanha - Grupo 3



Quadra 2

9h - França x Venezuela - Juvenil

13h30 - Venezuela x EUA - Grupo 4



Quadra 3

9h - Japão x Portugal - Grupo 1

13h30 - França x África do Sul - Grupo 4



Quadra 4

9h - Chile x Polônia - Juvenil

13h30 - Chile x Tailândia - Grupo 3



Quadra 5

13h - Letônia x Polônia - Grupo 2