Jornalistas argentinos opinam sobre 'abandono' de Cano na seleção

Cano analisou a temporada do Fluminense (MARCELO GONÇALVES / FLUMINENSE FC)


Na última quinta-feira, a Argentina cortou Nico González e Joaquín "Tucu" Correa do elenco por conta de lesões e o técnico Lionel Scaloni decidiu pelas convocações de Ángel Correa e Thiago Almada. Mais uma vez, a Albiceleste se "esqueceu" de Germán Cano, autor de 46 gols pelo Fluminense em 2022.

Ao LANCE!, Diego Macias, jornalista e subdiretor do "Olé", não acredita que o artilheiro do Brasileirão esteja na visão do treinador da bicampeã mundial.

+ Conheça a nova música da Argentina para a Copa do Mundo

- Entendo que ele não está tão visto, apesar de tantos gols, mas nunca esteve na seleção de Scaloni. Não é um jogador que as pessoas estejam pedindo ou que o técnico tenha visto. Antes dele, eu acredito que tenham muitos (outros nomes).

Juan Pablo Méndez, também jornalista do "Olé", disse que a Scaloneta não devem sentir falta de Cano por conta das presenças de Lautaro Martínez e Julián Álvarez e explicou a ausência do veterano por não ter passagem pela Europa.

- (Ele não foi convocado) Basicamente porque nunca esteve no plantel. E vale lembrar que Cano não tem experiência contra equipes europeias e os que estão na lista, com exceção de Armani, goleiro reserva (e Thiago Almada, recém-convocado), jogam nas cinco grandes ligas.

Dos 26 convocados inicialmente pela Argentina para a Copa do Mundo, 25 atuavam na Premier League, La Liga, Bundesliga, Serie A, Ligue 1 e Primeira Liga. No entanto, após o corte de Joaquín Correa, Scaloni decidiu chamar Thiago Almada, do Atlanta United, da MLS.

Vale pontuar que em caso de cortes por lesões, a Fifa não restringe a convocação de novos jogadores. Com isso, independentemente do nome de Cano estar ou não na pré-lista enviada por Lionel Scaloni à entidade, o treinador poderia chamar o atacante do Fluminense.