Jornalista Rodrigo Capelo revela time do coração: 'Já fazia tempo que eu queria ter essa liberdade'

·2 min de leitura


Rodrigo Capelo decidiu romper um 'tabu' para muitos jornalistas esportivos que preferem ocultar seus times de coração para que seus comentários não sejam vistos por seguidores e telespectadores como parcial. O jornalista especializado em negócios do esporte, nascido e criado em São Paulo, revelou que é torcedor do Vasco da Gama.

A declaração foi assunto de sua coluna desta segunda-feira no jornal 'O Globo'. Ele relembrou que passou a torcer pro Vasco em 1998, ao 'devorar' uma revista 'Placar' que falava, entre outros temas, do Vasco de Juninho Pernambucano, Carlos Germano e Mauro Galvão que foi campeão brasileiro em 1997.

Naquele período dourado, o Cruz-Maltino ainda conquistou a Libertadores (1998), além do Brasileirão e da Mercosul (2000). Em 2019, o jornalista viveu uma polêmica com o time do coração ao deixá-lo de fora de uma lista dos clubes que 'ainda são grandes' no futebol brasileiro.

Capelo ainda contou que o pai são-paulino tentou, sem sucesso, fazer com que ele torcesse para o Tricolor Paulista. Como morava em São Paulo, o jornalista destacou ainda que nunca assistiu um jogo em São Januário e só acompanhava o Vasco em jogos no Morumbi.

- Dediquei a coluna desta segunda, no Jornal OGlobo, para dizer para que torço para o Vasco e contar um pouco da minha história como torcedor. Transparência é deixar que as pessoas saibam quem você é, e já fazia tempo que eu queria ter essa liberdade - afirmou o jornalista, em postagem no Twitter.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos