Jornalista revela 'vestiário rachado' entre jovens e veteranos no Palmeiras; Clube rebate

Nathalia Almeida
·2 minuto de leitura

Deixando a incômoda sequência de derrotas para trás, o Palmeiras vive dias de maior tranquilidade em seus bastidores após triunfos importantes por Libertadores, Brasileirão e Copa do Brasil, além do anúncio oficial de quem será o seu novo treinador para o restante da temporada. Mas nem mesmo quando a maré parece positiva, a paz reina na Academia de Futebol.

Como destaca o UOL Esportes, o Verdão esteve no epicentro de uma informação polêmica trazida pelo jornalista Jorge Nicola (ESPN/Yahoo Esportes): em seu blog, o profissional cravou que há um 'racha' no dia a dia do clube, onde veteranos do elenco do Palmeiras "veem Patrick de Paula com atitudes 'folgadas' e Wesley como 'rabugento' durante o tempo na Academia de Futebol".

FBL-BRAZIL-PALMEIRAS-FLAMENGO | NELSON ALMEIDA/Getty Images
FBL-BRAZIL-PALMEIRAS-FLAMENGO | NELSON ALMEIDA/Getty Images

A publicação de Nicola gerou repercussão negativa imediata entre torcedores alviverdes e rendeu, no início da noite deste sábado (31), um pronunciamento oficial por parte do clube. Sem meias palavras, o Palmeiras acusou o jornalista de tentar tumultuar o ambiente de prejudicar os atletas alviverdes.

Confira o pronunciamento oficial do clube:

"As falsas notícias do jornalista Jorge Nicola têm um único objetivo: tumultuar o ambiente do clube e prejudicar nossos jogadores. O grupo todo do Palmeiras recebeu muito bem os atletas da base e contribuiu para sua evolução. É um trabalho bem executado, já rendeu frutos ao clube e não pode ser depreciado com mentiras", publicou o clube.

Também utilizando sua conta oficial no Twitter, Jorge Nicola se defendeu e prometeu expor em detalhes o que havia apurado sobre o dia a dia na Academia de Futebol: "Não tem notícia falsa nenhuma! Reafirmo tudo o que disse no vídeo no meu blog. Inclusive, a partir deste desmentido, prometo fazer para amanhã um vídeo no meu canal contando uma série de detalhes que eu havia omitido", rebateu.