Jornalista perde credencial após tentar 'tietar' jogador da Seleção Brasileira

Éder Militão e Neymar juntos em treinamento (Foto: VINCENZO PINTO / AFP)


A Seleção Brasileira se prepara para a Copa do Mundo com treinos em Turim, na Itália. Após uma das sessões, um jornalista sudanês, a serviço de um veículo do Qatar, tirou uma foto com o zagueiro Éder Militão e acabou perdendo sua credencial, segundo informações do "UOL Esportes".

+ Chuteira de Neymar para a Copa do Mundo 2022 é lançada; veja fotos e o preço

De acordo com o portal, o repórter entrou em um setor não-autorizado para tirar uma foto com o defensor, que autografava camisas de convidados. O jornalista conseguiu o registro, mas levou uma bronca do segurança.

Depois do episódio, um funcionário do setor de comunicação da CBF teria descredenciado o profissional. O sudanês tentou apelar contra a decisão, mas não conseguiu recuperar o credenciamento.

+ Neto detona Daniel Alves e chama jogador de 'imbecil' e 'idiota'

A Seleção Brasileira viaja ao Qatar no final da semana. Os comandados de Tite estreiam na Copa do Mundo contra a Sérvia, no dia 24, às 16h.