Jornalista italiano analisa Alan: ‘Carece de experiência em alto nível, mas cresceu muito taticamente’

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·1 minuto de leitura


O Palmeiras anunciou nesta segunda-feira (9) a contratação por empréstimo do zagueiro brasileiro Alan Empereur, que pertence ao Hellas Verona, da Itália.

​A pedido do LANCE!/NOSSO PALESTRA, o jornalista Ettore Intorcia, do Corrieri dello Sport, fez uma análise do defensor de 26 anos que firmou vínculo com o Verdão até o fim de junho de 2021:

“O Alan Empereur chegou à Itália muito jovem, em 2008, aos 14 anos, graças ao passaporte italiano. Pantaleo Corvino, ex-diretor esportivo da Fiorentina, o caçador de talentos que descobriu jogadores como Jovetic e Ljajic, o escolheu. Nas categorias de base, ganhou dois troféus com a Fiorentina, depois foi emprestado para a segunda e terceira divisões.

Apenas no Salernitana (2015-16) na Série B ele foi titular permanente. Canhoto, também pode fazer a lateral esquerda, mas é um zagueiro de formação. Em Verona, ele jogou na defesa de três homens (Juric joga com 3-4-3). Ele tem um bom cabeceio, mas marcou apenas dois gols na carreira.

Ele fez a estreia na Série A apenas em 2019/20 com o Verona. Ele carece de um pouco de experiência de alto nível, mas certamente cresceu muito no nível tático. Entre os seus treinadores Juric, que foi aluno de Gasperini da Atalanta, e Roberto De Zerbi, agora treinador de Sassuolo, amante do tiki-taka”.