Jornalista fala em Rodrigo Caetano se aproximando de voltar ao Grêmio

Dirigente concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira - (Foto: Divulgação/Atlético-MG)


Segundo informação que foi veiculada pelo jornalista Diego Rossi, da 'Rádio Bandeirantes', o diretor executivo do Atlético-MG, Rodrigo Caetano, pode deixar o clube mineiro em caso de avanço no processo para a transformação em Sociedade Anônima do Futebol (SAF).

>Times brasileiros que já conquistaram torneios internacionais

Isso porque o planejamento da equipe de Belo Horizonte no novo modelo de gestão não seria do agrado do profissional de 52 anos de idade, algo que motivaria a sua saída já para 2023 e abriria caminho para Rodrigo retornar ao Imortal.

O nome do dirigente, inclusive, tem aceitação por parte do candidato que é considerado como favorito para vencer o pleito presidencial marcado para o próximo mês de novembro no Grêmio.

Todavia, apesar da existência de pontos favoráveis a mobilização, a questão financeira inviabilizaria o cenário caso Rodrigo Caetano não deixe, por sua vontade, o Atlético-MG. Isso porque a multa rescisória existente no acordo entre o dirigente e o clube é de R$ 3 milhões, quantia que o Tricolor não estaria disposto a pagar para tê-lo na sua diretoria.