Jornalista da Globo critica ausência de campeões do tetra e do penta no velório de Pelé: 'Desrespeitoso'

Velório de Pelé recebeu milhares de admiradores na Vila Belmiro (Foto: Fernando Roberto / LANCE!)


O jornalista Marcos Luca Valentim, da Globo e do SporTV, criticou a ausência de jogadores do tetra e do penta no velório de Pelé, na Vila Belmiro. Durante as 24 horas de homenagens, os principais jogadores das campanhas da Seleção em 1994 e 2002 não foram vistos.

- É compreensível que os jogadores da Copa de 70 não estejam no enterro do Pelé (idade, saúde, deslocamento etc). Mas e os (jogadores) de 94 e 2002? Pode ser que um ou dois não possam, mas nenhum? - questionou.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

- É absolutamente desrespeitoso. Eles só existem porque antes deles existiu um tal de Pelé - concluiu Lucas.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Durante toda a segunda-feira, Mauro Silva, volante do tetra com a Seleção, foi o único ex-jogador que concedeu entrevistas e falou sobre a importância de Pelé para o futebol.

Na madrugada desta terça-feira, o apresentador Neto compareceu ao velório e criticou os jogadores que não foram ao velório.

- O Pelé é ídolo do mundo. Só que nosso país é sem cultura, sem educação. É um país que os pentacampeões não vieram, os tetracampeões não vieram (exceto Mauro Silva), o treinador da Seleção não veio. Mas o mais importante é as pessoas virem. O Pelé é eternizado. As pessoas têm que entender que o Edson Arantes do Nascimento era uma pessoa como todos nós, que comete equívocos, que erra... O Pelé, não - disse o ex-jogador.