Borussia Dortmund cogitou abandonar Champions League após atentado

A polícia da Alemanha abriu investigação por um e-mail recebido pelo jornal Der Tagesspiegel, na qual o remetente cita Adolf Hitler assume a autoria do ataque com explosivos ao ônibus do Borussia Dortmund e ameaça realizar um novo atentado na cidade de Colônia.

"Em determinado momento pensei que devíamos nos retirar da Champions League", admitiu Watzke recentemente, para depois concluiur que fazer isso "seria uma vitória" para os autores do atentado.

Dortmund players after explosion
Borussia Dortmund bus incident

(Fotos: Getty Images)

VEJA TAMBÉM:

O ataque com três explosivos ocorrido na última terça-feira (11) e que deixou ferido o zagueiro Marc Bartra, do Borussia Dortmund, quando o ônibus do time estava a caminho do estádio Signal Iduna Park, para enfrentar o Monaco pela Champions, teria sido "a última advertência", conforme o e-mail relata.

No local do atentado, foram encontradas três cartas presumivelmente de jihadistas, de conteúdo idêntico, também reivindicando a autoria. Vários especialistas alemães questionaram a autenticidade e um um iraquiano de 26 anos, que vive na Alemanha desde 2015 e é acusado de integrar o Estado Islâmico (EI) foi detido, mas o caso ainda naõ foi solucionado.