Jorge Salgado é o mais votado na eleição do Vasco; Justiça decidirá quem será o presidente

Felippe Rocha
·1 minuto de leitura


Mais um capítulo chegou ao fim. A eleição do Vasco deste sábado terminou, e Jorge Salgado foi o mais votado com 1.682 votos. O representante da chapa Mais Vasco obteve 356 a mais que Júlio Brant, da Sempre Vasco. Mas o pleito não termina na sede do Calabouço, certamente. Mais votado na votação de semana passada, Luiz Roberto Leven Siano trabalha no Judiciário para anular o que ocorreu neste dia 14 de novembro.

Ao longo deste sábado, a votação transcorreu em clima de tranquilidade na sede do Cruz-Maltino baseada no bairro da Glória. Com a possibilidade de voto online, pela manhã já havia votos de dois terços dos sócios cadastrados para participar.

A sede recebeu apoio da Polícia Militar, mas nenhum registro relevante ocorreu. Somente eram candidatos os dois citados acima, após Leven Siano, Alenxadre Campello e Sérgio Frias retirarem candidatura. Foram diferentes motivos, entre os quais a coordenação da empresa "Eleja Online" e a consideração de que a votação válida foi a de semana passada, em São Januário.

Na ocasião, uma determinação judicial resultou em interrupção dos trabalhos. Porém, o presidente da Assembleia Geral, Faués Mussa, e os demais poderes da Mesa Diretora discordaram e o rito teve sequência. Houve controvérsias tanto em relação ao ocorrido naquele dia 7 quanto ao que se passou neste 14. Pela manhã deste sábado, os mesmos membros da Mesa entregaram documento considerando nulo o evento, é se retiraram da sede.

Prova cabal de que o próximo presidente do Vasco não será conhecido após a apuração desta noite.