Jorge Jesus reencontra o Madureira, rival do primeiro teste pelo Flamengo, por vaga nas semifinais


No dia 29 de junho de 2019, a torcida do Flamengo pôde ver pela primeira vez a equipe sob o comando de Jorge Jesus, em jogo-treino contra o Madureira. A sua postura enérgica e o famigerado grito "Tá mal, Arão!" logo chamaram a atenção. Hoje, cerca de oito meses depois, o técnico é ídolo e está no início das missões versão 2020. E, às 18h deste sábado, reencontra o rival do Subúrbio, no Maracanã, por vaga nas semifinais da Taça Guanabara, em duelo a ser transmitido em tempo real pelo LANCE!. Uma vitória basta.

> Confira a tabela do Campeonato Carioca

Jesus ainda era uma incógnita no período em que viu os seus comandados derrotarem o Tricolor Suburbano por 3 a 1 (relembre aqui). O português já acumula Libertadores e Brasileiro no currículo e, visando a Supercopa do Brasil, em meados de fevereiro, antecipou o retorno das férias do grupo principal, cuja estreia na temporada ocorreu na última segunda - vitória sobre o Resende.


Flamengo x Madureira
Flamengo x Madureira
Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Jogo-treino com o Madureira foi realizado na Gávea (Foto: André Soares/Madureira EC)

Impressionaram a intensidade e o fato de que todos os atletas à disposição, excluindo Rodrigo Caio, com um corte profundo no joelho, terem jogado e apresentado intensidade. Bruno Henrique, aliás, respondeu sobre este tema na entrevista coletiva concedida na última sexta-feira. E revelou até surpresa:

- Ficamos até surpresos. Na reunião, segunda-feira, o Mister já disse que iríamos jogar na segunda. Até nos olhamos (risos). Ele sabia que a gente poderia estar em campo com a programação que fizeram. Super bem tranquila para a gente estar bem. Ele (Jorge Jesus) falou para a gente se preparar bem que nossa pré-temporada seria os jogos. Estamos nos sentindo super bem para fazer a nossa pré-temporada até chegar ao nosso melhor ritmo.

- Em uma semana a gente já estava em campo. Suportamos super bem. O pessoal que cuida da parte física comentou com a gente. Assim que a gente projeta o nosso ano. Iniciar bem na parte física para chegar bem no final. Confiamos na preparação que fizeram para a gente. Deixaram claro que alguns jogadores iriam sentir o ritmo em algum momento. Lidamos com muita naturalidade. Sabemos que o começo é forte - completou.

A data será especial também por outro motivo: este 8 de fevereiro marcará um ano da tragédia no Ninho do Urubu, em incêndio que vitimou dez jovens das categorias de base do Flamengo. Ações em prol de homenagens estão previstas pela torcida e pelo clube (leia mais aqui).



Leia também