Jorge Jesus ou Abel? PVC e Pedrinho são unânimes em opinião sobre qual é o melhor treinador

LANCE!
·1 minuto de leitura


Com a conquista do Palmeiras na Libertadores de 2020, uma coincidência tomou conta dos programas esportivos. Pelo segundo ano seguido, um time brasileiro comandado por um treinador português conquistou o torneio mais importante das Américas.

+Confira a tabela do Campeonato Brasileiro e simule os resultados

Com isso, fica a dúvida: quem é melhor? O ex-Flamengo e atual treinador do Benfica, de Portugal, Jorge Jesus, campeão pelo Rubro-Negro em 2019, ou Abel Ferreira, do Verdão, que conquistou o primeiro título da carreira e está em busca de mais um, no Mundial de Clubes da Fifa.

Para Paulo Vinicius Coelho, o PVC, e Pedrinho, ambos comentaristas do SporTV e da Globo, a escolha foi unânime.

- Entre Jorge Jesus e Abel Ferreira eu fico com Jesus. Olhando para as ideias de jogo, eu vejo um jogo mais interessante, mais agressivo, mais avassalador. Acho que o Abel é um grande treinador, mas com ideias diferentes - disse Pedrinho.

- O Jesus é mais técnico. Ele tem 18 títulos na carreira. Eu voto no Jesus, pela experiência, pela agressividade, mais ofensivo e ousa mais que o Abel. O Jesus não é o tipo de treinador que transformou a vida dos técnicos portugueses. São 72 títulos de técnicos portugueses em 30 países no século XXI. Isso só se explica pelo conhecimento teórico do futebol que é tão presente em Portugal. O Abel Ferreira é filho dessa ideia de juntar o trabalho de campo com o conhecimento teórico. O Jesus nem tanto. Jesus é da escola antiga de treinadores - afirmou PVC.