Jorge Henrique deseja acordo e Vasco corre para ter Cano na estreia

Felippe Rocha
LANCE!
Jorge Henrique é bicampeão carioca pelo Vasco, em 2015 e 2016 (Foto:Paulo Fernandes/Vasco)
Jorge Henrique é bicampeão carioca pelo Vasco, em 2015 e 2016 (Foto:Paulo Fernandes/Vasco)


O que parecia impossível pode, de fato, acontecer. A estreia de Germán Cano pelo Vasco ainda tem chance de acontecer neste domingo, contra o Bangu, em São Januário. Isso porque é desejo de Jorge Henrique, cuja ação contra o Cruz-Maltino gerou desdobramento impossibilitando o clube de registrar atletas, entrar em acordo. Em havendo acordo, o argentino poderá atuar. O LANCE! apurou que o clube está otimista em ter o único reforço até o momento em campo neste fim de semana.

O Vasco, naturalmente, busca um acordo com o atual jogador do Náutico, e que atuou em São Januário entre 2015 e 2016. A dívida é de cerca de R$ 1 milhão. A novidade, agora, é a declaração do atleta.

- Eu pedi para o meu advogado para a gente entrar em acordo com o Vasco. Eu não quero prejudicar o clube, quero que eles possam inscrever atletas. Eu quero que o acordo aconteça, que seja do jeito que eles propuserem - afirmou, em entrevista ao site Globoesporte.com.

Quanto a Cano, conforme o Blog do Garone explicou, o jogador não está regularizado porque falta uma pendência na inscrição junto à Ferj e, consequentemente, à CBF (de órgãos Bira, o estadual, e BID, o nacional). A Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) foi quem bloqueou as inscrições vascaínas.

Deste modo, a luta do Vasco, agora, é contra o tempo. É preciso haver acordo, pagamento e protocolo da decisão da CNRD até sexta-feira. Assim, Cano poderá atuar no domingo. Caso contrário, só na segunda rodada, contra o Flamengo (quando o técnico Abel Braga já pretendia atuar com um time alternativo, mais jovem). No jogo-treino da última segunda-feira, contra o Porto Real, o argentino atuou como titular e fez um gol.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também