Jordi admite erros de arbitragem mas lembra 2014: 'Nós perdemos título'

João Mércio Gomes

O Clássico dos Milhões deste domingo não valia muita coisa para os dois clubes, mas os erros de arbitragem no Mané Garrincha reacenderam polêmica antiga. O goleiro Jordi, substituto de Martin - convocado, admitiu que o pênalti marcado a favor do Vasco nos últimos minutos não existiu, assim como a expulsão de Luís Fabiano. No entanto, fez questão de lembrar gol 'engasgado' na última final entre as duas equipes.

- Em 2014, perdemos um título pelo simples fato de o juiz não ter dado impedimento de um jogador que inclusive estava dentro de campo ontem. Eles não foram prejudicados de verdade. Nós já chegamos a perder titulo por erros - disse o jovem goleiro, antes de explicar o lance.

- Eu revi a imagem, todos viram. A bola, em si, não bateu no braço. Mas venhamos e convenhamos que, se não houvesse a expulsão, o jogo com certeza teria sido diferente.

Para Jordi, o lance da expulsão do Fabuloso foi mal interpretado pelo árbitro. O goleiro entende que o experiente atacante foi 'tirar satisfação' pelo cartão amarelo e o contato é natural do esporte.

- Se for assim, qualquer jogador que tiver contato com árbitro ser punido, terão várias expulsões por jogo. Digo contato, não agressão. Tirar satisfação é normal dentro da partida de futebol. Teve contato no peito, mas só por aquilo? - questionou o jogador







E MAIS: